DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)   EMPREGO: BEM PRECIOSO

NÃO DÁ PRA PERDER A OPORTUNIDADE

HORA DA ENTREVISTA.....

EXPECTATIVA PERDIDA: EMPREGO PELO CAMINHO.....

 

 

 

 

 

 

 

O bom desempenho quando o candidato entra no "foguinho da corda" da entrevista.

 

 

 

 

 

 

OS 5 ERROS MAIS COMUNS NUMA ENTREVISTA - E COMO FUGIR DELES.

 

 

 

            Matéria publicada no Better, da NBCnews, dá as dicas para que uma entrevista  flua no melhor sentido.........e o tão sonhado trabalho não fique na vontade.

          

            O candidato se inclina  para aquele blazer que se mostra:  "profissional, mas acessível",  cópia do  currículo impressa,  passos com confiança rumo à entrevista:  o trabalho dos sonhos. Pensamento positivo, foi tudo bem, é o  start  para  sonhar sobre o dia do começar. O tempo completa algumas semanas e ..... chegou o apreensivo  e-mail:

 

                "Obrigado pelo seu interesse no cargo, mas decidimos ir com outro candidato".

 

 

            'O que deu errado? Você poderia ter feito algo diferente que teria mudado o resultado a seu favor?'

 

            O terreno minado: o candidato nem sequer  percebeu que  pode ter cometido alguns erros durante o processo de entrevista:  prejuízo garantido para as  suas chances de alcançar o trabalho.

 

 

 

Pressão pelo emprego.

Hora da fuzilaria: a entrevista.

Saber suplantar o desafio: um grande momento.

 

 

 

            Não é só a fala que importa, mas igualmente a linguagem corporal, que pode tirar a pessoa da corrida ao posto de trabalho.

 

            A chefe de recrutamento  da firma: Betts Recruiting; Allison Andrade,  vê o 'filme'  o tempo todo. Aprenda com quem tem experiência para não cair neles e chegar ao  trabalho - e o salário - você merece.

 

 

Nada como conhecer o terreno,

 com a visão de quem está do outro lado.

Allison Andrade; diretora da Betts Recruiting: São Francisco - Califórnia - EUA          

 

            

           

O check list de uma entrevista de trabalho, para proveitoso resultado.

 

 

                Aí vai o 'caminho das pedras' para evitar os  erros que derrubam:

 

 

                1. MOSTRANDO-SE DESPREPARADO:

 

 

            Uma nova pesquisa da CareerBuilder feita por The Harris Poll afirma que:

                            -  metade dos empregadores, nos primeiros 5 minutos  da entrevista, sabem se o candidato é viável para o cargo ofertado.

 

                            Ou seja capriche nos primeiros 5 minutos ou game over!

                            E isso começa antes mesmo de colocar o pé no local da entrevista:

 

                        "Nunca apareça com menos de cinco cópias do seu currículo impresso, você nunca sabe com quem você vai encontrar", declarou Andrade.

                        "Nunca use jeans. Mesmo que a empresa com a qual você está entrevistando é casual, isso não lhe dá licença para ser casual em sua entrevista. E  faça sua pesquisa não só sobre a empresa, mas também sobre as pessoas que estão lhe  entrevistando ".

 

                        A pesquisa pré-entrevista, já fez? Não? Comece por ela:  a qual deve incluir: "as empresas onde trabalhou (o seu entrevistador deve ter), expectativa de evolução na carreira, suas referências, se forem pontos fortes, escolaridade, etc..". informou a srª Andrade:

 

             "Dê um passo adiante e aproveite todas as ferramentas de mídia social que temos, vendo quem são esses entrevistadores, como pessoas, e se são lideranças na área. Tenha esse material no colo, usando de questões pertinentes à entrevista."

 

                Não é só a linguagem verbal que conta, mas, e muito, a sua linguagem corporal. A Harris Poll  apontou as maiores mancadas na  linguagem corporal que afundavam a entrevista:

                            - falta de contato visual

                            -  não sorrir

                            - brincar com algo na mesa

                            - agitado demais, em seu assento

                            -  má postura.

 

            "Se prepare o melhor possível,  provavelmente receberá uma pergunta direta. Responda objetivamente,  não fique rodeando sobre a questão", afirmou Andrade. "Se você não sabe a resposta, diga-lhes que você precisa de um pouco de tempo para pensar sobre isso e você retornará à ela."

            Alguns dos maiores encostadores na parede que ela já viu em entrevistas: "Conte-me sobre um momento em que você falhou e como você se recuperou e o que aprendeu?" E "Você pode me ensinar algo agora?" São dois dos maiores enfrentamentos numa entrevista. A dica de Andrade: "A melhor resposta (para a segunda pergunta) é ensiná-los a fazer um sanduíche de manteiga de amendoim e geléia e conduzi-los  à diante".

 

 

 

 

Um 'exercício de guerra' na batalha pelo emprego.

 

 

 

            2. DEIXAR DE ENTREVISTAR O GERENTE (o da entrevista).

 

 

 

            Pesquisa do Instituto Gallup (7.272 adultos- EUA) destaca que: 1 em 2 trabalhadores saíram do emprego por causa: de um GERENTE RUIM!  Então, mesmo que você se considere um especialista em ambientes difíceis, você pode não durar  muito lá se você for colocado numa situação de trabalho, com um gerente que não motiva o ambiente ou é um criador de over-dose de stress  ou faz da área de trabalho um 'campo minado'.

 

            "Vocês  ambos estão se entrevistando um ao outro: eles precisam  vender a imagem da empresa e deles para você, tanto quanto você está vendendo a sua para eles", diz Andrade. "Nós passamos muito tempo das nossas vidas no trabalho, por isso o ambiente de trabalho precisa ser uma caminho de duas mãos. As pessoas tendem a ficar muito focadas no cargo, dinheiro e deveres, e esquecem de perguntar sobre cultura, pessoas, a equipe e oportunidades de crescimento ".

 

            Frequentemente, ao perguntar sobre a cultura da empresa, se recebe um resposta  de como 'modelar bolachas'. Para ter uma visão clara do jogo do dia a dia, que a profissão vai impor, e também da  oportunidade de crescimento, segundo a srª  Andrade as seguintes perguntas são capitais:

 

 

                    - Conte-me sobre sua  mais bem sucedida e  recente contratação.

                    - Qual  a  característica bem sucedida das equipes que é compartilhada?

                    - O membro sênior da equipe ocupa o cargo há quanto tempo?

                    - Qual o traço cultural da sua empresa que te faz sentir além das outras?

                    - Como o CEO (diretor-presidente) deu  início a empresa; qual  a missão dela e como você vê isso sendo conduzido no dia a dia do trabalho?

                    - Quantos funcionários  foram promovidos  nos últimos 12 meses?

                    - Se as pessoas são bem-sucedidas aqui, como elas são recompensadas pelo sucesso em termos da sua carreira?

                    - Como os valores da sua empresa se alinham com a promoção interna? "

 

 

Bexiga vazia: hora da entrevista!

 

Errar é humano....

mas nessa hora quanto menos melhor:

Veja os percalços dos quais não se deve abusar.

 

 

 

3. PENSAR QUE A AVALIAÇÃO COMEÇA SÓ NA SALA DA ENTREVISTA!

 

 

            Falou com a recepcionista?

            Não segurou a porta para outro funcionário?

            Digitou uma palavra de 5 letras (m....) na tela do celular, para um amigo, enquanto esperava o  elevador?

 

            "Você está sendo julgado em todos os aspectos do processo de entrevista. Eles interpretarão a maneira como você age e se comunicará durante a entrevista como você faria no papel, seja com um cliente, liderança, colegas de trabalho, departamento de TI ... ", afirmou a srª Andrade. "Como você age com eles deve refletir sobre como você se comportaria como empregado dessa empresa. Tudo é um teste, desde o seu pedido até a aceitação da oferta na sala de entrevistas ".

 

            Sempre trate a pessoa da recepção com o mesmo respeito que você faria com o CEO.

           

            Andrade viu de primeira mão como potenciais funcionários prejudicam suas chances de serem contratados por não estarem ciente de seu comportamento, o tempo todo. As pessoas não conseguiram o emprego:

            _  por causa de goma de mascar,

            _  falta de preparação / pesquisa,

            _ sendo longamente sinuosas ( falta de objetividade)

            _  jurando ... tantas coisas (resultarão) em um "não" rápido da empresa.

            Se você está fora da empresa,  mesmo num fim de semana, ao se deparar  com alguém, certifique-se de manter um certo nível profissional. Sempre trate a pessoa da recepção - e qualquer outra pessoa que você encontrar no dia da entrevista - com o mesmo respeito, tal como se fosse o CEO ".

 

 

 

" O que foi que eu fiz?"

O melhor do desempenho, para deixar a pergunta de lado.

 

 

 

4.  HABILIDADE  FRACA DE ACOMPANHAMENTO.

 

 

            Uma vez terminada a entrevista, você deixa o prédio, senta e espera (e reza), certo? ERRADO!

 

            Nas próximas 24 horas, mande uma nota de acompanhamento, agradecendo as pessoas que gastaram seu  tempo ao entrevistarem  você. Isto é a chave para estar a frente e no centro das mentes deles, enquanto a decisão é formada.

            Lembre-se: eles podem ter entrevistado  uma dúzia de candidatos, só naquele dia. Então é fácil que o seu 'número' caia na sombra.

 

            "Certifique-se de enviar uma nota de acompanhamento personalizada. Pessoal porém profissional; a disputa ainda não está encerrada , não caia no engano de se mostrar íntimo", declarou a srª Andrade. "Evite enviar uma enxurrada de e-mail agradecendo. Sempre envie um agradecimento personalizado a cada pessoa que conheceu e toque em algo que vocês dois discutiram na entrevista para torná-lo mais pessoal ".

 

            Tenha na cabeça o calendário de  expectativas, antes mesmo de sair da sala de entrevistas:

             "Ser persistente é crucial: as pessoas são ocupadas, logo  permaneça na linha de frente delas, porém,  que fique claro, ao término da entrevista, do calendário deles,  de quaisquer preocupações que eles tiveram a seu respeito e os próximos passos do retorno da entrevista.".

 

            Sendo assim, se  o gerente de contratação está saindo de férias,  uma semana ou mais fora do escritório, você deve evitar saturar a  caixa de entrada dele com     e-mails de acompanhamento, até ele retornar, (e salvar-se da agonia de não receber resposta nesse período).

 

            E quando você deve jogar a toalha e buscar   a próxima oportunidade?

            "Quando eles dizem que não ou depois de 30 dias de silêncio", diz Andrade.

 

 

Na hora do tudo ou nada...

O nada que atrapalha o tudo

 

 

 

5. NÃO NEGOCIANDO

 

 

 

            Você navegou com sucesso no processo de entrevista e chegou lá - congratulações! Mas  não está tudo esclarecido ainda. Agora é hora de falar de números. E ter a conversa salarial pode ser muito mais destruidor de nervos do que a entrevista em si - e é por isso que muitas pessoas não a fazem.

 

            Uma pesquisa do Glassdoor, de  2016, revelou que 59% dos funcionários norte-americanos não negociaram seu salário para o seu emprego atual, e as mulheres e os trabalhadores mais velhos eram ainda menos propensos a negociar seu salário. Mas há dinheiro sendo deixado sobre a mesa: uma pesquisa realizada pela Salary.com descobriu que um indivíduo que não negocia um primeiro salário deve perder mais de US $ 500.000 quando chegar aos 60 anos, nos EUA.

 

            "Não tire a oferta pelo valor nominal, negocie. Mas isso ainda é um teste: peça muito pouco,  e eles sentirão que você não se valoriza o suficiente, peça demais, e eles podem pensar que você é ganancioso ", afirmou a srª Andrade. "Há uma linha tênue, mas se você está na faixa de cima do trabalho proposto, e você fez sua pesquisa, geralmente é (justo para negociar) dentro de um intervalo; do patamar oferecido para a função  até o dobro do mesmo", declarou  a srª Andrade , que tem os EUA como base de trabalho.

           

 

            Quando se pede mais dinheiro,  É IMPERATIVO,  que você apóie suas pretensões por razões palpáveis, que vão demonstrar o porquê você mereceria uma oferta maior de remuneração:

             "As razões não devem ser baseadas em sentimentos, mas sempre baseadas em fatos, tais como: tenho uma certa quantidade de experiência, estou me transferindo de outra área, ou se passou por  um longo período de capacitação", declarou Andrade. "Sempre tenha 2 ou 3 razões pelas quais você está pedindo mais. As pessoas não devem se sentir intimidadas: em 99% das vezes,  o gerente de contratação está esperando isso e, geralmente, há um espaço para concessão. Chegando lá, certifique-se de expressar  que está estimulado por ingressar na empresa" e, em seguida, declare: "Eu estava esperando chegar ao patamar de remuneração adicional, e essas três razões são o que me impulsionam".

 

            O receio de abordar uma  maior remuneração é ver seu pedido removido da mesa de negociações, porém   a srª   Andrade declara que isso não deve ser uma preocupação. "As pessoas não devem  ter medo em abordar esse pedido. Se você estiver na fase de negociação e perguntar, de forma ponderada, a empresa nunca rescindirá a oferta ", diz ela. Se aumentar a oferta não é uma opção para eles, eles simplesmente colocarão novamente sua oferta original, para você aceitar ou recusar.

 

            A srª Andrade também nos incentiva a lembrar que, enquanto a empresa  lhe oferece um acréscimo substancial,  agora, se constituindo numa opção tentadora, é importante se perguntar: "Está de acordo  com meus objetivos em cinco anos?"

 

            Ao término do dia, você estará fazendo um mau serviço, a você  mesmo, por não saber o seu valor no mercado e onde sua experiência se encaixa, declarou a srª Andrade. "Fale com  orientadores. Confie em suas opiniões, quando são  especialistas, e alcance uma melhor visão da sua  carreira, confrontado com o que você acha ser preciso  no  momento ".

 

 

 

 

 

O tenso momento do "calor da mesa".

 

 

 

 

O paredão está montado

Bater na trave e sair: está fora do jogo.

Um gol certeiro: tudo o que é necessário.

 

 

 

 

Leia a reportagem na NBCnews:

 

 

                 Estar preparado, para a vaga desejada, desafia qualquer postulante ao cargo.  Chorar o 'leite derramado' já não ajuda, o negócio é estar apto.

 

 

            Na CULTURA RACIONAL atividade produtiva é um bem de primeira grandeza. O RACIONAL SUPERIOR deixa claro na Sua Obra: o LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO, que  no 1º mundo; puro, limpo e perfeito há um progresso de pureza: não é o mundo dos braços cruzados.

            Se no 1º mundo, onde a NATUREZA RACIONAL favorece os HABITANTES do MUNDO RACIONAL, existe a operosidade,  nesse 2º mundo  ser produtivo ajuda o corpo e a mente.

            Trabalhar é um 'grande remédio' e a ociosidade  vai na contra-mão da Natureza que tudo opera e tudo provê.

            Na definição RACIONAL da vida aparente e provisória está a grande libertação do homem dos ciclos de deformação e degeneração. Saber o PORQUÊ se vive eleva o homem à condição de aparelho RACIONAL, trabalhando por essa 2ª vida passageira e principalmente ajudando na divulgação da nova fase RACIONAL.

 

 

 

 

             MAIS ARQUIVOS:

            semana: 12 - 18 março 2018:

            semana: 05 - 11 março 2018:

            semana: 19 - 25 fevereiro (2) 2018:

            semana: 19 - 25 fevereiro  2018:

 

             ARQUIVOS  ANTERIORES:

            semana:  04 - 10 dezembro 2017:

            semana: 27 novembro - 03 dezembro 2017:

            semana: 24 - 30 julho 2017:

            semana: 17 - 23 julho 2017

            semana: 10 - 16 julho(2) 2017:

            semana:  10 - 16 julho 2017:

            semana: 03 - 09 julho 2017:

            semana: 26 junho - 02 julho 2017:

            semana: 19 - 25 junho 2017:

            semana: 12 - 18 junho 2017:

            semana:  05 - 11 junho 2017:

            semana: 10 - 16 abril 2017:

            semana: 03 - 09 abril 2017:

            semana: 20 - 26 março (4) 2017:

            semana: 20- 26 março (3) 2017:

            semana: 20 - 26 março (2) 2017:

            semana: 20 - 26 março 2017:

            semana: 13 - 19 março 2017:

            semana: 06 - 12 março 2017:

            semana: 13 - 19 fevereiro 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro(2) 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro 2017:

            semana: 30 janeiro - 05 fevereiro 2017:

            semana: 23 - 29 janeiro 2017:

            semana: 16 - 22 janeiro 2017:

            semana: 09 - 15 janeiro 2017:

            semana: 05 - 11 dezembro 2016:

            semana:  07 - 13 novembro 2016:

            semana:  24 - 30 outubro 2016:

            semana: 17 - 23 outubro 2016:

            semana: 10 - 16 outubro 2016:

            semana: 03 - 09 outubro 2016:

            semana: 12 - 18 setembro 2016:

            semana: 05 - 11 setembro 2016:

            semana 29 agosto - 04 setembro (2) 2016:

            semana:  29 agosto - 04 setembro 2016:

            semana : 22- 28 agosto (5) 2016:

            semana : 22-28 agosto (4) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto (3) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto(2) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(5) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(4) 2016:

            semana: 15-21 agosto (3) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(2) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto 2016:

            semana: 08 - 14 agosto 2016:

            semana:  01 - 07 agosto 2016:

            semana: 11 - 17 julho 2016:

            semana: 13 - 19 junho 2016:

            semana: 06 -12 junho 2016 (2):

             semana: 06 - 12 junho 2016:

            semana: 30 maio - 05 junho 2016:

            semana: 23 - 29 maio 2016:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: