DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

1)    JOGADO PARA FORA DO TREM DAS DROGAS!

 

            No domingo Hollywood foi sacudida por mais um exemplo de  quem vence a reta  final da competição: usuário ou droga? Adivinhe???

            O ator Phylip Seymour Hoffman, premiado com Oscar, foi encontrado no seu apartamento em Nova York com a seringa ainda ESPETADA no seu braço, morto por uma overdose de heroína.

            Segundo reportagem da ABCnews Hoffman  teria ficado mais de 20anos afastado das drogas.

            Para os especialistas isso não representa uma surpresa!

            Diz o Dr. Joseph Shrand,  professor da Universidade de Harvard e diretor de um centro de tratamento para adolescentes viciados em drogas em Boston - EUA;

            "Nós tratamos a dependência química no que se pode fazer em 28 dias com restrição para reabilitação e isso é o que dispomos, PORÉM ISSO NÃO É COMO FUNCIONA."

            " Isso requer uma vigilância AO LONGO DA VIDA para permanecer limpo."

            O pesquisador  propõe que a chance de recaída diminui com o tempo porém sempre permanece a possibilidade.

            Uma análise do Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas - EUA descobriu que de 25% a 50% dos usuários de drogas retomam o uso de drogas e/ou álcool  dentro de 2 anos após terminar o tratamento. Porém, alertam os pesquisadores, 2 anos é o limite de observação do estudo o que deixa escapar recaídas num tempo maior.

            Num estudo que   acompanhou por mais tempo as pessoas tratadas pelo vício em opiáceos observou que 25% dos usuários recaíam após 15 anos de terem parado.

            "A recaída é tão comum," disse o Dr Shrand,"... porquê a dependência de drogas é uma CONDIÇÃO CRÔNICA  não diferente da condição de diabetes ou da doença cardíaca". Sendo assim um dependente pode estar recuperado, mas sua dependência às drogas PODE APENAS SER GERIDA, NUNCA TOTALMENTE CURADA!!!

            "E nas  circunstâncias iguais ao do ator Hoffman, onde ele ficou longe das drogas por anos," Dr Shrand afirmou,"... é fácil para as pessoas  BAIXAREM A GUARDA! 

Venceu o Oscar, brilhou e.......

Do palco para a maca e desta para lugar nenhum na telinha...

               " Eles crêem, em suas mentes, que podem voltar a usar  uma vez mais, ou apenas um pouco.  Ou pode ser que pensem que podem usar uma outra droga além daquela que fazia uso constante e ficar bem, porém eles não podem." esclareceu o Dr Shrand, " Basta um momento de fraqueza  para levar eles para baixo A UM CAMINHO DE DESTRUIÇÃO."

 

            O Dr Jason Jerry, professor de medicina no setor clínico de Cleveland - EUA no Centro de Recuperação para Álcool e Drogas destaca: " O usuário experimenta uma euforia, com o uso de substâncias entorpecente, entre as quais a heroína. Após cada tomada, o cérebro ansia por outro choque químico, e outro mais, e mais ainda. Com o tempo, o cérebro está completamente turbinado sendo que estar alto se torna uma obsessão  e uma compulsão."

            " Cessar de usar a heroína NÃO REVERTE AS ALTERAÇÕES NO CÉREBRO", afirmou o Dr Jerry, "uma vez que os neurônios são alterados, o dano é permanente."

            " Após o uso de uma droga por certo tempo, ela perde sua potência," declarou o Dr Jerry, " e eventualmente um dependente precisa de uma quantidade maior de droga para sentir o mesmo 'barato'."

            "Quando você acorda o monstro que estava dormente no cérebro por anos, a gana pela droga é tão forte quanto antes, porém a TOLERÂNCIA É MUITO MENOR" explicou Jerry.

O "barato" chumba o cérebro, que se desconhece pelo tempo....

 

            "Os dependentes freqüentemente não tem noção disso e reiniciam com quantidade de drogas que usualmente consumiam," declarou, "... o cérebro sofre da gana porém o corpo não dá conta dos efeitos nocivos da droga."

            O Dr Shrand afirmou que: " Isto tudo ocorre não porquê a pessoa seja uma fraca. A dependência física é que acaba conduzindo a pessoa para o pior."

Leia a reportagem na ABCnews:

            E o site da ABCnews ainda esclarece sobre o  mito de que a maconha é uma droga leve, veja:

 

EFEITOS NOCIVOS DA MACONHA:

  1. NO PULMÃO: dano pulmonar levando a tosse crônica e infecções pulmonares perigosas.
  2. NO CORAÇÃO: aumenta a pressão arterial e dobra os batimentos cardíacos, aumentando a chance de um ataque cardíaco, principalmente na 1ª hora após o uso. A droga também está associada  à inflamação nas artérias, podendo provocar amputação dos membros.
  3. NO CÉREBRO: produz confusão no cérebro retardando para lembrar-se das coisas e para aprender coisas novas, efeito nocivo bem perceptível em adolescentes e adultos jovens.

   " A maconha destroça o desenvolvimento dos circuitos neuronais",  afirmou a Drª Paula Riggs, uma especialista em dependentes químicos e professora de psiquiatria na Universidade do Colorado-EUA. "O estudo mais recente mostrou que o uso regular da maconha, quando você é um adolescente está associado à uma REDUÇÃO NO QI DE 6 A 8 PONTOS!"

4.  NA CONCENTRAÇÃO: a maconha aniquila a concentração. A coordenação, o julgamento e a concentração são prejudicados pelo uso da maconha e isso pode ter conseqüências mortais na estrada. O Instituto Nacional sobre Uso de Drogas destaca que o consumo de maconha entre os motoristas  mais do que DOBRA o risco de produzir acidentes de trânsito.

5. EMPORCALHA O ESTADO DE HUMOR:  o uso da maconha está ligado à depressão, ansiedade, e mesmos pensamentos de suicídio. Em doses maiores a droga dispara alucinações e paranóia  e piora os sintomas da esquizofrenia, segundo o Instituto Nacional  em Uso de Drogas.

Leia no ABCnews:

 

            Na CULTURA RACIONAL o homem é alertado para o que a energia inconsciente e deformada; o magnetismo pode fazer com quem se encontra na condição de seu aparelho: lhe levar á destruição como mostrado acima.

           Uma vida sem a definição RACIONAL da sua existência é solo fértil para todo tipo de dúvidas, conflitos e anseios que podem levar a mente a buscar uma alienação dessa realidade de animal racional que vive sem saber o porquê.

            Na leitura do LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO a pessoa vai saber o porquê o homem caminha a passos largos em direção a sua destruição: o término da fase de animal Racional em 1935 e a perda da sustentação energética da Natureza. Mais uma grande transformação na vida da natureza frente a outras já ocorridas no imenso ciclo de evolução dessa vida passageira e provisória.

            Desenvolver o RACIOCÍNIO (não é pensamento) é alçar a mente e a vida fora dessa roda de fogo inconsciente onde a vida perdeu todo o valor.

            Na ENERGIA RACIONAL está o suporte e o necessário abrigo para que o homem não se transforme na próxima vítima das energias dos verdugos da encosta de anil.

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: