DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1) POSE DE CIVILIZADO, NO SEU TERREIRO

NO QUINTAL DOS OUTROS, SOB O MANTO DO IMENSO VERDE

UMA PRÁTICA SELVAGEM, BÁRBARA

ALUMÍNIO DÁ GRANA, CHUMBO NOS OUTROS.

 

 

 

 

            Na visita à Noruega, a delegação do Brasil foi recebida com severas críticas sobre o desmatamento da Amazônia: saudável lambada.

            A Noruega, que mantém um fundo de preservação da mata amazônica,  confirmou que irá reduzir essa contribuição frente a falta de atitude do governo brasileiro em cuidar da mata amazônica.

            Por vezes, o verniz de civilidade  não resiste aos primeiros pingos: parece ser esse o caráter do governo norueguês no tocante à Amazônia.

            Reportagem da BBCBrasil revelou que o governo dos vikings é o dono de um empreendimento minerador campeão em ações judiciais por CONTAMINAR À AMAZÔNIA.

            São quase 2.000 processos judiciais com base em danos de contaminação ambiental na Amazônia: crimes ambientais!!!

            Se na semana passada o governo viking desceu a lenha no empenho com o que o governo brasileiro conduz as políticas ambientais na área: qualquer amante da natureza fica agradecido pela  reprimenda, mas  num miserável intervalo de 1 semana a BBCBrasil revelou que o mesmo governo viking é o dono da mineradora campeã de denúncias e processos na degradação da  Amazônia: "me engana que eu gosto".

            A mineradora se chama Hydro, uma "cliente" do Ministério Público Federal, com 2 mil processos judiciais por contaminação de rios e da população de Barcarena - PA, na região metropolitana de Belém!.

            Além da esfera judicial a Hydro não paga multas aplicadas pelo Ibama , no valor de R$ 17 milhões, face ao transbordamento de lama tóxica, que afetou rios locais, em 2009. Segundo o Ibama a lama viking colocou a saúde das pessoas em risco, dizimou peixes e destruiu a diversidade biológica local.

 

 

 

Mineradora em meio à floresta

O que o Governo da Noruega "plantou" na selva amazônica.

 

 

 

            O governo norueguês é dono de 34,3 % das ações da mineradora megaprodutora mundial de alumínio.

           

            Testes levados a cabo pelo Laboratório de Química Analítica e Ambiental da Universidade do Pará - UFPA, revelaram a contaminação de 20% da população que habita a área, explorada pelas empresas norueguesas, por chumbo (UMA CONTAMINAÇÃO ACUMULATIVA): 7x maior do que a média mundial: um recorde viking em terras amazônicas: essa nunca saiu em Hollywood!??

            O chumbo é considerado o pior poluente ao meio ambiente e as pessoas, resultado da atividade mineradora.

            "Probleminhas" que o chumbo causa no corpo humano:

            1- doenças do sistema nervoso

            2- doenças da parte respiratória

            3- problemas no coração

            4- queda acentuada na capacidade de aprendizado de crianças.

 

 

Resultado de imagem para plumbum contamination

A lista de danos que o chumbo leva ao corpo é medonha.

 

 

 

Mineradora em meio à floresta

Exportação de alumínio e chumbo de graça para os nativos sem voz: os vikings não evoluíram tanto assim.

 

 

 

            "Como acionista em várias empresas, o Estado norueguês tem expectativas claras em relação à responsabilidade social corporativa das empresas, incluindo questões ambientais", afirmou o Ministério do Comércio, Indústria e Pesca do país à BBCBrasil.

            Os viking no governo da Escandinávia  reconhecem que foram  informados dos danos ambientais produzidos por suas empresas na Amazônia. Procurada pela reportagem os noruegueses negaram responsabilidade pela contaminação da cidade paraense, disseram que adoram soluções sustentáveis e primam pelo diálogo com a comunidade local: FALTOU ALGUM PRESENTINHO DE ÍNDIO NO SÉCULO 21????

            A embaixada viking, em Brasília, não quis adentra o mérito dos danos de sua mandatária.

Resultado de imagem para hydro

A face de publicidade da firma do Governo norueguês revela uma mentalidade chucra dos vikings.

Alumínio infinito!!??????

Por essa e por outras é que a saúde do planeta anda combalida.

 

 

            Rios e poços artesianos são os reais provedores de água para a população local. Muitas pessoas foram para a cidade de Barcarena atraídas pela atividade mineradora dos noruegueses. Bauxita, alumínio e caulim são bens exportados pelos vikings.

            E como todo fato ganha sempre um "melhor relato" os vikings ocupantes da Amazônia na mineração de alumínio desacreditaram as pesquisas realizadas pela MPF, afirmando que os derramamentos de sua firma no Pará:

            "Não representam ameaças significativas nem para a vida humana nem aquática".

            Conversa pra inglês ver!  Foi um dano pequenininho, coisa infantil,  pueril de fato: aos outros: vítimas de seus atos que se resolvam, ao longo da vida, com os tremendos resultados do crime ambiental.

 

 

 

            A fala da empresa viking é tarimbada no quesito protocolo com os "índios":

            " Busca diálogo com todos os envolvidos no processo de mineração, que possui rigorosos sistemas de monitoramento de água, solo e ar e quer GARANTIR UMA CONDUTA RESPONSÁVEL COM A SOCIEDADE É ALTAMENTE IMPORTANTE EM TODAS AS FASES DAS OPERAÇÕES"

            Nossa só tem "índio" nessa terra mesmo. O Ministério Público Federal - MPF vem cobrando providências das mineradoras vikings, que parecem além do fluente discursos inoperantes no plano social: como é que se lida com índios mesmo???

            Os vikings colocaram a culpa na água da Amazônia, pela contaminação: ninguém avisou aos vikings que estavam na Amazônia e não no Saara: quanta 'ignorância' geográfica escandinava!!!

            A empresa norueguesa parece mostrar desconforto com a cobrança do MPF para que ela assuma os danos ambientais que produziu e indenizem os danos ambientais e a população afetada pela contaminação.          

 

 

Resultado de imagem para hydro

A história sem fim para o mercado do alumínio ou

para um meio-ambiente arrochado a tentar sobreviver ao chumbo

Mentalidade escandivana???

Latinos eram quem mesmo???

 

 

            "O histórico de acidentes ambientais em Barcarena é impressionante, uma média de um por ano", disse à BBC Brasil o procurador da República Bruno Valente, que assina a ação civil pública movida em 2016.

            "O transbordamento de lama da bacia de rejeitos da Hydro afetou uma série de comunidades em 2009 e até hoje nunca houve uma compensação ou pagamento de multa", afirmou.

        Apesar dos vikings continuarem a botar a culpa nas chuvas amazônicas, essa insistência não convenceu  os especialistas da Universidade Federal do Pará: Simone Pereira:

                "Técnicos mostraram que a barragem já estava cheia e transbordaria de qualquer forma, não se pode atribuir a um fenômeno natural uma falha que é humana", afirmou a coordenadora do Laboratório de Química Analítica e Ambiental da UFPA, criticando o que qualifica como omissão do governo norueguês em relação aos impactos de suas mineradoras na Amazônia. Ou seja vikings à la Mariana.

 

            "Se a Noruega está preocupada com o meio ambiente, não deveria só se preocupar com as árvores e o desmatamento, mas também com os rios, o solo, o ar e a população", afirmou a pesquisadora do Pará.

 

 

 

Político é a mesma falta de manifestação de vida inteligente em qualquer quadrante do planeta, tenha a cara ou o sobrenome que quiser.

Eis a primeira ministra da Noruega emplacando o seu alumínio para a indústria automobilística germânica.

obs.: não foi feito logotipo ainda para o "precioso" chumbo, nos outros!

 

 

 

            E os vikings não baixam a guarda da boa retórica pra índios: á reportagem da BBCBrasil, a Hydro informou que:

             "Não conhece detalhes dos resultados apresentados pelo laboratório da UFPA e que "não há conexão" entre as atividades da empresa e "um suposto aumento nos níveis de chumbo encontrados na área".

 

Moral da estória: viking esperto, índio trouxa,,,,é???????

 

            E até um deputado federal local, ficou indignado com a empresa norueguesa (coisa rara nos dias que se passam).

            Para ele a contaminação dos rios locais com dano a população e ao meio-ambiente é "toda fruto de vulnerabilidades no sistema de proteção das mineradoras".

            "Me parece hipócrita. Eles fazem na Amazônia o não fazem na Noruega, porque lá o controle é maior."

 

Enquanto isso na sua página da internet os vikings vendem o melhor dos mundos para os crentes:

 

"A Hydro prima por ser transparente em todos os assuntos que dizem respeito e têm implicações para as nossas partes interessadas , tais como:

Acredite quem quiser, principalmente se viver bem longe deles.

 

            "As decisões do tribunal após a primeira instância se baseiam no fato de que não há provas de que os autores sofram ou tenham sofrido os supostos danos relacionados ao derramamento de água contaminada com resíduos de bauxita", declarou a empresa do governo norueguês; a Hydro. Os noruegueses nunca ouviram sobre o instituto da inversão de prova.

            Já a assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), Alessandra Cardoso, ressaltou que moradores desapropriados pela empresa ainda aguardam indenizações garantidas por lei.

            "Algumas comunidades abriram mão de continuar em seus locais de origem porque os igarapés foram contaminados, mas as empresas não cumprem seus compromissos, enquanto fazem uma enorme propaganda de que são responsáveis e sustentáveis", afirmou

            Segundo o Inesc, a empresa recebeu isenções fiscais de R$ 7 bilhões do governo brasileiro.

                Esse negócio de isenção tributária, num pais carcomido por corrupção sistêmica, endêmica que vai desde o Estado do Rio de Janeiro, rola nos estádios de futebol da copa, engorda o bife do açougue, etc,etc,etc põe a saudável suspeita em alerta máximo.

 

 

 

        Leia a reportagem da BBCBrasil:

 

            Que o pensamento e  a imaginação são ferramentas de vida ninguém duvida,  agora do que são capazes de levar aqueles, que se regalam de 1º mundo, a cometer novos barbarismos sob a reincidente desculpa lucrativa é uma "formidável" baixaria.

            Chegar ao  III milênio com as mesmas diretrizes dos séculos de colonialismo é um atestado de incivilização à arrogância  do homem de "modos civilizados".

 

            A propaganda 'abraça' o verde enquanto o modus operandi sacrifica a carne e a vida.

            Muitos anos depois, décadas, lá estarão as vítimas da inconsciência do pensamento, enquanto as sumidades "desenvolvidas e civilizadas" já estarão acertando suas contas com a Dona da vida: a Mãe Natureza.

 

            Na CULTURA RACIONAL o homem é convidado a dar passagem ao equilíbrio na vida. Pouco adianta posar de civilizado enquanto se leva dano à natureza e ao outro: o 'útil' desconhecido.

            Lendo O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO a pessoa vai saber o porquê a degeneração avança de forma tão imperiosa sobre a vida do animal Racional: são as diversas frentes que a poluição impõe ao cotidiano da vida.

            No CONHECIMENTO RACIONAL a vida sai do atoleiro da inconsciência em que o pensamento e a imaginação meteram a humanidade.

            Deixar latinhas de alumínio como legado à civilização é de um barbarismo dantesco.

            Nessa confusão que o pensamento envolveu a vida do pensador, só no 1º Mundo  se encontra a esfera RACIONAL  capaz de dar uma solução a esse círculo inconsciente do qual o homem se vê preso e não consegue resolver.           

 

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 26 junho - 02 julho 2017:

            semana: 19 - 25 junho 2017:

            semana: 12 - 18 junho 2017:

            semana:  05 - 11 junho 2017:

            semana: 10 - 16 abril 2017:

            semana: 03 - 09 abril 2017:

            semana: 20 - 26 março (4) 2017:

            semana: 20- 26 março (3) 2017:

            semana: 20 - 26 março (2) 2017:

            semana: 20 - 26 março 2017:

            semana: 13 - 19 março 2017:

            semana: 06 - 12 março 2017:

            semana: 13 - 19 fevereiro 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro(2) 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro 2017:

            semana: 30 janeiro - 05 fevereiro 2017:

            semana: 23 - 29 janeiro 2017:

            semana: 16 - 22 janeiro 2017:

            semana: 09 - 15 janeiro 2017:

            semana: 05 - 11 dezembro 2016:

            semana:  07 - 13 novembro 2016:

            semana:  24 - 30 outubro 2016:

            semana: 17 - 23 outubro 2016:

            semana: 10 - 16 outubro 2016:

            semana: 03 - 09 outubro 2016:

            semana: 12 - 18 setembro 2016:

            semana: 05 - 11 setembro 2016:

            semana 29 agosto - 04 setembro (2) 2016:

            semana:  29 agosto - 04 setembro 2016:

            semana : 22- 28 agosto (5) 2016:

            semana : 22-28 agosto (4) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto (3) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto(2) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(5) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(4) 2016:

            semana: 15-21 agosto (3) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(2) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto 2016:

            semana: 08 - 14 agosto 2016:

            semana:  01 - 07 agosto 2016:

            semana: 11 - 17 julho 2016:

            semana: 13 - 19 junho 2016:

            semana: 06 -12 junho 2016 (2):

             semana: 06 - 12 junho 2016:

            semana: 30 maio - 05 junho 2016:

            semana: 23 - 29 maio 2016:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: