DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

1)   O BRASIL NO MEIO DA GUERRA DO VIETNÃ

 

                A indústria dos agrotóxicos vem fazendo pressão para a liberação de sementes transgênicas de milho e soja, que abririam a porta para o uso em larga escala do já utilizado herbicida 2,4, D (o agente laranja). Esta droga do herbicida  compunha 50% do malfadado agente laranja; droga química despejada pelos EUA, na Guerra do Vietnã, derrubando todas as folhas das árvores, para atirar nos soldados vietnamitas.

            O Ministério Público Federal entrou em cena solicitando que a liberação dessas sementes transgênicas fosse suspensa já que o impacto ambiental e nos consumidores dos alimentos é muito danoso.

            Assim como alertam pesquisadores norte-americanos a liberação do agente laranja ao invés de representar um avanço vai inundar o campo com essa droga que reconhecidamente é nociva à saúde podendo levar ao aparecimento de câncer e outros problemas.

            O Brasil já é o maior utilizador de agrotóxicos no mundo, segundo declarou o Ministério do Meio Ambiente.           

            Pesquisadores apontam os estudos que associaram o produto a mutações genéticas, distúrbios hormonais e câncer, entre outros problemas ambientais e de saúde.

Nunca o homem foi tão traído como senta candidamente à mesa para se refestelar de alimentos "embalados" com  os piores venenos!!!

            A pesquisadora toxicologista da Fiocruz drª Friedrich declara: "É uma falácia dizer que os transgênicos reduzem o uso de agrotóxicos"

            A drª Friedrich cita como exemplo a liberação de soja transgênica resistente ao agrotóxico glifosato, que teria sido acompanhada pelo aumento exponencial do uso do produto nas lavouras. E com a liberação  das sementes resistentes ao 2,4-D, ela estima que haverá um aumento de 30 vezes no consumo do agrotóxico agente laranja..

            Segundo a pesquisadora, o 2,4-D pode provocar dois tipos de efeitos nocivos: agudos, que geralmente acometem trabalhadores ou pessoas expostas diretamente à substância, causando enjôo, dor de cabeça ou até a morte; e crônicos, que podem se manifestar entre consumidores muitos anos após a exposição à doses pequenas do produto, por meio de alterações hormonais ou cânceres.

            O médico e professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Wanderlei Pignati, que pesquisa os efeitos de agrotóxicos há dez anos, cita outra preocupação em relação aos produtos: o uso associado de diferentes substâncias numa mesma plantação, prática comum na agricultura que potencializa os danos ao meio ambiente e aos consumidores

             O dr Pignati   após pesquisa de campo sobre o uso de agrotóxicos,  identificando os problemas correntes:   desrespeito dos limites mínimos de distância da aplicação de agrotóxicos a fontes de água, animais e residências; contaminação com resíduos de agrotóxico em todas as 62 das amostras de leite materno colhidas na cidade; e incidência 50% maior de acidentes de trabalho, intoxicações, cânceres, malformação e agravos respiratórios no município em relação à média estadual nos últimos dez anos.          

           Cobrada de um lado por pesquisadores e médicos, a Anvisa é pressionada do outro por políticos ruralistas e fabricantes de agrotóxicos, que querem maior agilidade na liberação do uso dos agrotóxicos..

            Ana Maria Vekic, gerente-geral de toxicologia da Anvisa, diz que há várias empresas, entre as quais chinesas e indianas, à espera de entrar no mercado brasileiro de agrotóxicos. Tem um montão de gente querendo promover um derrame de veneno na praça!

 

            As reavaliações, explica Vekic, ocorrem quando novos estudos indicam riscos ligados aos agrotóxicos – alguns dos quais são vendidos no Brasil há décadas, antes da criação da Anvisa, em 1999.

 

            "Quando começamos a rediscutir produtos, passamos a ser um calo para os ruralistas", ela diz à BBC Brasil.

 

            "Fazemos o possível para nos blindar, mas a pressão é violenta", diz Vekic.

 

Leia a reportagem da BBCBrasil:

 

NÃO DEIXE DE ASSISTIR UM DOCUMENTÁRIO FRANCÊS (COM LEGENDAS EM ESPANHOL) SOBRE OS AGROTÓXICOS, NO YOUTUBE:

 

Segurança alimentar não é uma opção e sim um dever legal ao qual governo e indústrias então vinculados.

 

            Essa é a CARA COVARDE do avanço da poluição e degeneração promovida surdinamente pelo progresso do artifício: matar o animal Racional ainda quando se encontra à mesa bem longe do campo de batalha!

            Aquele momento de descontração e de prazer transformado em ferramenta de acabar com a saúde do homem, pela quantidade desmedida de venenos anexados à desejada comida: MUITO PIOR DO QUE ATAQUE DE VÍRUS ANEXADOS AOS E-MAILS!

             CULTURA RACIONAL alerta para o avanço da inconsciência acobertada sob o manto da ciência: AQUELA "RELIGIÃO" DOS CIENTISTAS QUE METERAM O HOMEM NA BOMBA DO AQUECIMENTO GLOBAL!

            O homem por desconhecer Sua Verdadeira Origem RACIONAL vive na base da experiência, da tentativa e erro e as baixas, oficiais diga-se de passagem, não demoram para se fazer presentes.

            Ler o LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO é dar a vida um sentido Racional longe dos apelos inconscientes e de seus efeitos desastrosos.

 

   

         MAIS ARQUIVOS:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: