DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)       UM MUNDO DE REFUGIADOS

 

 

            A Europa se assusta com a invasão de refugiados da Síria, do Iraque, do Afeganistão, etc, etc.

            No início, uma certa cordialidade européia, depois..... vem  sendo substituída por apreensão e medo dos europeus frente à migração da enorme massa humana, que só esse ano pode chegar a 1 milhão de pessoas, com projeção total de imigrantes na casa de alguns milhões, conforme se deteriora a situação nos países do Oriente Médio.

            E como não só de guerras entre si vive o homem "civilizado", no outro fronte, a luta do progresso artificial contra a natureza, o número de refugiados foi pro espaço!

            A estimativa é de 760 milhões de pessoas deslocadas de seus domicílios por causa da elevação do nível do mar: o equivalente a população da Europa.

            A previsão não é tão futurística; isto pode vir a ocorrer dentro deste século.

           

 

Bonita de se  ver do mar e despreocupada com o mesmo.

Os chineses investiram pesado em Shanghai; muito shopping de arrasar, e agora até 76% da população pode ser obrigada a abandonar a cidade, pelo aumento do nível dos mares.

 

            Desde que o mundo veio comer churrasco na Rio 92, com muita promessa de reduzir a poluição. De fato a emissão de poluentes só aumentou, vide a política da Volkswagen no tocante ao diesel.

 

As intermináveis agendas da Rio 92, daqueles que não estão nem aí para o planeta.

A "incrível" trajetória dos documentos ambientais do homem "civilizado".

 

            Meros 4º Celsius (a mais) e a geografia costeira do mundo muda totalmente, segundo relatório da organização norte-americana ClimateCentral.

            O aumento de 2º Celsius já são favas contadas. Os 4ºC não emplacam se ocorresse um engajamento mundial (aspiração do chapeuzinho vermelho) e hoje no jornal da RadioTv Canadense, na TV5,  foi declarado que grupos  de cientistas estimam,frente a espiral  do acréscimo da temperatura mundial, que o mundo vai aquecer pelo menos 6º Celsius, haja litoral!!!

            Ficando o Brasil na reta da água: 16 milhões de pessoas, até 2100, seriam desalojadas de suas casas pela subida do nível do mar.

            A cidade do Rio de Janeiro é considerada como uma das 20 cidades que poderão ser mais afetadas; 24% dos cariocas (1,5 milhão de pessoas) teriam que "levantar acampamento" frente a subida do oceano, segundo o estudo climático.

            Vai um mergulho na água?..........          

   

           

           

A paisagem é linda mas o nível do oceano garante engolir tudo, com o homem 'civilizado' na mesma.

Alguém vai ficar desbilionário.

 

            E onde mora mais gente pior a situação: voilá; Ásia, onde, só na metrópole chinesa de Shanghai, 18 milhões de pessoas teriam que ser evacuadas.

               

            "As projeções mais negativas sugerem um futuro instável, de migrações constantes"  alerta Benjamin Strauss, vice-presidente para Aumento do Nível do Mar e Impactos Climáticos da ClimateCentral e coautor do estudo. " A boa notícia é que a elevação dos mares não acontece do dia para a noite. Não é tarde para evitarmos as piores projeções. Temos muitas escolhas à frente. Mas o corte das emissões de carbono deve ser iniciado imediatamente. Do contrário, a cada ano enfrentaremos novas dificuldades." ou seja mais um documento promissor arremessado ao azul, não do céu, segundo a reportagem publicada no jornal OGlobo.

 

Segundo o jornal The New York Times, o nível de emissão de gases dióxido de carbono bateu todos os recordes, coisa de gente grande "compromissada" com o futuro próximo.

 

            " A evidência mostra que a concentração dos gases do efeito estufa estão aumentando, e estão aumentando com taxas de crescimento muito grandes." declarou o cientista Oksana Tarasova, chefe da Divisão de Pesquisa em Atmosfera Ambiente da ONU, segundo o The New York Times.

         

            Os cientistas analisaram os fatores que contribuem para aumentar o nível do mar, segundo a reportagem do Globo:

            1)  elevação da temperatura dos oceanos

            2)  derretimento de geleiras

            3)  derretimento da camada de gelo no Ártico e na Groenlândia.

            Só o derretimento da camada de gelo que cobre a Groelândia elevaria os oceanos em 6 metros!

            Segundo reportagem do The New York Times, milhares de rios se formaram na cobertura de gelo da Groelândia, pelo aquecimento global,  drenando para o oceano.

            Veja o impressionante vídeo do jornal The New York Times:

 

 

            " Os riscos globais das mudanças climáticas são cristalinos como o aumento do nível do mar. A Conferência do Clima de Paris, que começará no fim do mês, pode apontar se perderemos inúmeras grandes cidades costeiras e monumentos ou se conseguiremos preservar nossa herança." destacou Strauss, segundo a reportagem do OGlobo

    O tamanho do estrago, já inevitável, revelado pelo relatório;  que ocorrerá mesmo se houver um acordo contra o aquecimento global; espanta os cientistas.

            Camilla Born, pesquisadora sênior em Diplomacia do Clima afirma:

             " Megatempestades como o furacão Sandy, o tufão Haiyan e as secas extremas na África Subsaariana são sinais de nossa exposição"  destacou, "Novos aumentos da temperatura global levarão ao aumento do nível do mar e à ameaça às populações costeiras. Não estamos conseguindo nos adaptar a esta situação tão instável.", segundo a reportagem do OGlobo.

            O professor do Programa de Planejamento Energético da Coppe-UFRJ, Roberto Schaeffer assinala que o estudo americano traz a relação mais detalhada já feita das regiões costeiras do planeta vulneráveis à elevação do nível dos oceanos.

            "Em alguns locais, como Nova York, os pesquisadores mostram o que ocorrerá em cada quarteirão" destacou, "Talvez o aumento do nível do mar ainda não tenha gerado uma grande preocupação na ciência, a ponto de vermos nossa fragilidade à elevação do mar. Embora boa parte da população mundial more em zonas costeiras, até agora não tínhamos um mapeamento detalhado." declarou a reportagem do jornal OGlobo.

            Na semana passada, o instituto americano Pew Research Center divulgou um levantamento realizado com 45 mil pessoas de 40 países. Os entrevistados revelaram quais fenômenos climáticos consideravam mais preocupantes. Em nenhuma nação o aumento do nível do mar foi registrado como o maior temor. Trata-se do principal motivo de susto para apenas 6% dos participantes da enquete;  índice muito inferior aos que elegeram a seca (44%), tempestades e enchentes (25%) ou ondas de calor (14%).

            Ben Marzeoin, professor do Instituto de Geografia da Universidade de Bremen, na Alemanha, concorda que a população mundial não enxerga e não dá  atenção ao oceano como uma de suas urgências. Essa atitude, segundo ele, vai custar caro:

            "É nossa capacidade de cooperar e planejar com antecedência que permitiu o progresso da Humanidade nos últimos séculos. O estudo da ClimateCentral mostra que decidiremos o tamanho do fardo que vamos deixar para as próximas gerações." segundo a reportagem.

 

            Segundo a reportagem do OGlobo a prefeitura do Rio de Janeiro já contornou a situação: 2 piscinões na Praça da Bandeira, a drenagem na bacia de Jacarepaguá e na zona portuária..............papai Noel desce quando pela chaminé????????????

 

            Veja o vídeo no site da organização norte-americana:

           

           Leia a reportagem no jornal OGlobo:

 

 

            A CULTURA RACIONAL vem alertando o homem, desde 1935, sobre as conseqüências negativas do progresso do artifício, desequilibrando a natureza.

        O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO destaca que o homem, como animal Racional, é conduzido pelo pensamento e a imaginação, que por sua vez são sustentados por energias deformadas e inconscientes,  que "patrocinam" toda essa confusão. E onde reina o desequilíbrio  a "pérola" dessa deformação é o sofrimento.

        Resolver a questão ambiental PASSA NECESSARIAMENTE por resolver a questão humana, pois uma depende da outra.

        Sem se conhecer com BASE e LÓGICA RACIONAIS serão mais e mais documentos caindo no azul do esquecimento, sem efetividade alguma, as próximas gerações que se arrumem...

        E a questão humana encontra definição no CONHECIMENTO RACIONAL onde todo histórico do homem é definido pelo RACIONAL SUPERIOR, o Autor da Obra, de maneira clara e descomplicada.

        Tendo sua condição provisória e aparente solucionada RACIONALMENTE, o homem deixa de ser mais um refugiado nesse mundo onde a inconsciência é a real moeda de troca.

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: