DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)  SAUDÁVEL PUNGÊNCIA.

O QUE A NATUREZA OFERTOU

PARA PROLONGAR A VIDA HUMANA.

 

 

              É mais uma das grandes heranças das Américas.

             Tem gente que não tolera sua força picante.

             Mas até no chocolate ela vai!

            Há um bom tempo, a antes temida  e até mal falada pimenta, foi elevada ao patamar daquelas riquezas naturais que promovem a boa saúde.

 

 

            Agora um estudo, realizado na China, por pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências Médicas relaciona o uso de pimentas com a sonhada longevidade.   

 

 

Uma lista com as mais comuns e seu uso corriqueiro.

 O consumo freqüente de comida apimentada - especialmente a temperada com pimenta malagueta fresca - incrementa a longevidade.

     "Nossa análise mostra uma correlação invertida entre o consumo de comida condimentada e a mortalidade global, assim como com certas causas de morte, como o câncer ou as doenças coronarianas e respiratórias e o diabetes", afirmou a equipe responsável pelo estudo.

                Quase meio milhão de pessoas, de diferentes regiões da China, participaram da pesquisa, com idades entre 30 e 79 anos..

            As pessoas foram acompanhadas  ao longo de 7 anos.  Relatando seu estado de saúde, consumo de bebidas alcoólicas, consumo de comida picante, principal fonte de consumo de pimenta (fresca ou seca, em molho ou em óleo) e também o consumo de carnes e verduras.

               Depois dos  7 anos, os pesquisadores avaliaram as pessoas e registraram 20.224 mortes.

            Os participantes com um histórico de doenças graves foram excluídos e fatores como idade, estado civil, educação, atividade física, histórico familiar e dieta em geral também foram levados em conta.

            Os participantes do estudo foram questionados sobre o tipo de comida picante que consumiam e qual era a freqüência. A pimenta malagueta, que está entre os ingredientes mais tradicionais da China, foi o tempero que mais apareceu entre as respostas.

            Resultado; as pessoas que consumiam comida picante uma ou duas vezes por semana apresentaram uma redução de 10% no risco de morrer em comparação aquelas pessoas que não a consumiam nem uma vez por semana.

            Comendo alimentação picante de 3 à 7 dias na semana, o risco de morrer caia em 14%.

        A pesquisa avaliou tanto homens como mulheres.

         Um dos  componentes da pimenta é a capsaicina, que se revelou útil no combate a obesidade, além de ter efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e aumentar a imunidade contra o câncer.

            A análise mais profunda revelou que a pimenta fresca tinha um efeito maior na proteção contra as doenças.

            Segundo o autor do estudo, Lu Qi, professor associado da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Harvard, ainda são necessárias mais pesquisas para firmar os resultados protetores da ardida. Porém, para Lu Qi, os números são valiosos e sugerem que "aumentar o consumo moderadamente, para uma a duas ou três vezes por semana (o consumo da pimenta) mostra um efeito protetor".

 

            Para a drª Nita Forouhi, do Departamento de Epidemiologia Nutricional da Universidade de Cambridge- Inglaterra, já se sabia que a capsaicina, da pimenta malagueta, apresentava ações benéficas como: antioxidante, anti-inflamatório e ainda para a flora intestinal e no combate à obesidade.

 

Nita-Forouhi-199x300

DrªNita Forougi, da Universidade de Cambridge, que destacou as qualidades já conhecidas da pimenta malagueta

 

A escala de picância das pimentas para um uso sensato, evitando os extremos.



Se até água, ingerida demais, pode matar o que não se dirá do resto, vale o bom senso.

 

            Leia a reportagem da BBCBrasil:

 

 

            Essa é a face benéfica de uma natureza que nos criou e nos sustenta.

            O homem , em sua "eterna sabedoria" gosta, por muitas vezes, de subverter a boa alimentação adicionado aos seus hábitos alimentares o que de mais estúpido por vezes há para se comer. Os resultados não demoram e a vida se vê abreviada.

            Pelo menos no quesito comida a China ainda não se bandeou para o lado idiota da alimentação ocidental, onde reina o artificial, aquela comidinha fácil e letal nos anos seguintes.

            Na CULTURA RACIONAL o homem aprende a conduzir sua vida provisória, neste mundo deformado da maneira mais inteligente possível, se esquivando dos apelos de belos rótulos e conteúdos inconfessáveis: pra inglês ver!

            Pautando a vida com EQUILÍBRIO RACIONAL evita-se o sofrimento desnecessário que começa, muitas vezes, à mesa, e confere a vida um 3º tempo extra para melhor engrandecimento RACIONAL.

            Ademais, nada como se alimentar com sabores ímpares, que só a natureza consegue produzir.

 

           

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: