DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)   ERAM PRA ADOÇAR A VIDA

MAS MELARAM A SAÚDE

ANTES DA POLÍCIA BATER NA PORTA

AMACIARAM O BOLSO CIENTÍFICO

 

 

 

            A indústria de cigarro já teve a sua vez de "doar" parte do lucro para que pesquisas científicas, conduzidas por médicos, mostrassem que os cigarros não faziam mal à saúde, até que a Associação Norte-americana dos Médicos os ameaçassem de expulsão do quadro de médicos dos EUA. Estudos patrocinados com resultados previamente conhecidos!!! Show de bola: pesquisa científica de resultado de mercado; cientistas de 'primeira' linha!

 

            Agora a bola da vez:  a indústria dos refris: Coca-cola e Pepsi-cola, etc

            No afã de não serem descobertas nas fileiras das  causadoras  da epidemia mundial de obesidade e de diabetes resolveram 'dividir 'seus lucros com a comunidade científica!

            Estudo da universidade de Boston EUA, publicado na revista científica American Journal of Preventive Medicine - publicada pela Associação de Medicina Preventiva dos EUA, revela que a Coca-cola e a Pepsi-cola vem gastando seu "suado" dinheiro com 96 organizações dos EUA no esforço de terem sossego.

            Essas 96 organizações norte-americanas tem um papel importante na formação de hábitos saudáveis e na luta contra a obesidade e a diabetes: condições turbinadas pelas bebidas açucaradas.

 

            Intento da sangria da grana: LIMITAR AS CRÍTICAS CIENTÍFICAS AOS REFRIGERANTES E REDUZIR O APOIO À MEDIDAS QUE LIMITEM SEU CONSUMO, afirmou o estudo.

 

Os beneficiados dos 'patrocínios' segundo o estudo:

 

         1) ASSOCIAÇÃO DE DIABETES dos EUA

2) FUNDAÇÃO DE PESQUISAS DO DIABETES JUVENIL

3)     SOCIEDADE NORTE-AMERICANA DO CÂNCER

4) A PRINCIPAL ASSOCIAÇÃO DOS MÉDICOS dos EUA: A   AMA (American Medical Association) até 2008, UHAU!!!

5) A CRUZ VERMELHA, que corou de vergonha...

6) o CENTRO DE CONTROLE DE DOENÇAS, o antes afamado CDC , principal órgão governamental  dos EUA de proteção à saúde e da promoção de hábitos saudáveis, PRA INGLÊS VER!

7) A UNIVERSIDADE DE WASHINGTON

8) A UNIVERSIDADE DA GEÓRGIA

9) E ATÉ A UNIVERSIDADE DE HARVARD - MASSACHUSETTS.

 

 

 

O logotipo morreu pela boca e  anda em busca de uma salvação: tome água!!!

 

 

O estudo foi publicado na Revista Médica de Medicina Preventiva  em janeiro de 2017.  O dr Michael B. Siegel e Daniel G. Aaron desenvolveram o estudo,  ambos da Faculdade de Medicina da Universidade de Boston - Massachusetss - EUA.

 

,
Michael B. Siegel, MD, MPH

Professor de Medicina Preventiva na Universidade de Boston - EUA

 

 

Daniel G. Aaron

Aluno de graduação da Faculdade de Medicina

Boston University School of Medicine


 

 

 

 

 

 

Universidade de Boston - EUA

Faculdade de Saúde Pública

 

 

 

A violência da soda diet no pobre cérebro.

Aumentando o risco de Alzheimer e de AVC: "coisa leve".

 

 

 

“Nós nos centramos só em organizações que operam em nível nacional nos EUA, então o número de entidades que recebem recursos destas duas empresas no mundo todo deve ser bem mais alto, na casa das centenas ou mesmo milhares”, disse ao EL PAÍS Daniel Aaron, pesquisador da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Boston e coautor do estudo.

A pesquisa destaca o caso da ONG Save the Children, que apoiava a aplicação de impostos sobre os refrigerantes, até o ano de 2010, quando, APÓS TER RECEBIDO NO ANO ANTERIOR MAIS DE 5 MILHÕES DE DÓLARES da Coca-Cola e da PepsiCo, mudou de posição .

 

 

A gana por dinheiro, da indústria dos refrigerantes, dinamitando o homem na sua idade da inocência,

 estampada na sua histórica medonha  publicidade.

 

 

 

Publicidade evidenciando que nem a infância está a salvo quando a matéria são os lucros.... isso no 1º mundo, se de fato ele existe no mundo real.

 

 

 

            Já a  Academia de Dietética e Nutrição- EUA, a Academia de Pediatria dos EUA só a partir de 2015 deixaram de receber o dinheiro da Coca-Cola, MEIO TARDE MEU VELHO!!! Os efeitos perduram no tempo....  Os autores do trabalho consideram que as outras organizações de saúde que são abonadas pelo dinheiro dos refris  deveriam sair da lista.

            Entre 2011 e 2014, a Coca-Cola gastou em média mais de 6 milhões de dólares por ano  nesse tipo de pagamento. A PepsiCo gastou 3 milhões de dólares, e a Associação de Bebidas dos EUA, um milhão, segundo o estudo.

            A imensa maioria das entidades citadas no estudo (83 de 96) recebeu dinheiro só da Coca-Cola. Os autores observam, no entanto, que essa empresa divulgou a lista das organizações que patrocina, algo que a PepsiCo não fez.

            Rafael Urrialde, diretor da Coca-Cola na Espanha, disse que as doações financeiras, trazidos a público no estudo, são distribuídos a título de:

 colaboração em congressos científicos”; pela ciência e o bem comum: "que amor".

            Na Espanha, dezenas de entidades, incluindo várias universidades, recebem dinheiro da Coca-Cola, conforme publicou a própria empresa este ano. Uma das organizações que mais recursos receberam, superando um milhão de euros (3,6 milhões de reais), por ano, desde 2011, é o Instituto Europeu da Hidratação. Essa fundação financia estudos científicos e conta com um orçamento multimilionário, fornecido pela própria Coca-Cola, segundo revelou o jornal britânico The Times. O organismo recomenda o consumo de bebidas esportivas e refrigerantes, como os fabricados pela empresa.

 

 

Os refris na boca do peso do mundo...

 

 

 

            Em 2013, um estudo liderado por pesquisadores espanhóis comprovou que:

                 A imensa maioria dos estudos científicos financiados por companhias da indústria alimentícia, incluindo a Coca-Cola, apontava não haver provas suficientes de que os refrigerantes açucarados causassem obesidade.

            Este tipo de relação entre a indústria dos refrigerantes e organizações que zelariam pela saúde pública “é ainda bastante desconhecido”, diz Aaron. Na opinião dele, é muito importante que essas atividades sejam estudadas “em nível internacional”, salientou.

 

 

 

 

O perigo mora onde menos se suspeita...

 

 

 

 

 

Midiática empurra carrinho do patrocinador, que não pode beber, se não perde a silhueta e a boca.

 

 

 

A comprovada associação entre bebidas açucaradas e a diabetes já é um escândalo a nível mundial, na saúde.,

 até na China a "água bate no nariz".


Como declarou um médico entrevistado, ao vivo, na CNN : " É a coca-cola globalização",

 para terror do apresentador da CNN.

 

 

Quando o money adoça o conhecimento científico!!!

A American Diabetes Association recebeu US $ 140.000 da Coca-Cola  de 2012 a 2014.

 

 

            A prefeitura de Nova York propôs uma proibição de refrigerantes extra-grandes em 2012: e .... ..a Academia de Nutrição e Dietética citou "pesquisa conflitante" sendo contra a iniciativa. A academia aceitou US $ 525 mil em doações da Coca em 2012. No ano seguinte, recebeu mais $ 350,000 da empresa!!! Nada como uma posição abonada. A sede da Odebrecht fica aonde mesmo? Propina muda de nome com a latitude???

            A N.A.A.C.P. e a Federação Hispânica se opuseram publicamente às iniciativas anti-refrigerantes, apesar das taxas de obesidade desproporcionalmente altas em comunidades negras e hispânicas. A Coca-Cola fez mais de US $ 1 milhão em doações para a N.A.A.C.P. entre 2010 e 2015, e mais de US $ 600.000 para a Federação Hispânica entre 2012 e 2015 segundo o estudo.
 

            "A indústria de bebidas está usando a 'filantropia corporativa' para minar as medidas de saúde pública", declarou Kelly D. Brownell, reitor da Escola Sanford de Políticas Públicas da Universidade de  Duke- EUA, não  envolvido na nova pesquisa.

 

 

 

O bom velhinho trocou os presentes pela decadência do vidro.

 

 

 

 

O "bom velhinho" anda rifando o fígado alheio.

 

O estrago que o fígado não quer ver.

 

Os refris são apontados como forte causa do depósito de gorduras no fígado.

Já basta a onda de raiva na praça e ainda mais essa: haja fígado!

 

 

A American Heart Association recebeu mais de US $ 400.000 da Coca-cola entre 2010 e 2015. Os Institutos Nacionais de Saúde receberam cerca de US $ 2 milhões da Coca entre 2010 e 2014.

 

 

 

Até a o coração norte-americano andou surfando nas águas turvas da coca.

O patrocínio de refrigerante não tem "nenhuma influência sobre a nossa ciência e as posições de política pública que defendemos", declarou a Associação Norte-americana do Coração

Questão: quem acredita em papai noel?

 

"Eu estou chocado com o que a American Heart Association e a American Diabetes Association estão fazendo" declarou o dr Siegel a Medscape Medial News.

"Quando uma organização médica respeitável aceita dinheiro de uma empresa de refrigerante, cria um claro conflito de interesse que 'introduz  uma influência em favor da empresa doadora, por estar intimamente envolvida com o seu objeto de observação'", explicam os pesquisadores. ISSO É QUE É CIÊNCIA DE RESULTADOS!!!

 

 

Os EUA na canoa  furada da indústria dos refris, como alertou o apresentador norte-americano Jay Leno.

 

 

O apresentador Jay Leno entrevista, em 2007, Ivanka Trump; a filha do futuro, à época, presidente dos EUA:   D. Trump.

 

 

 

Os efeitos perversos do doce sabor dos refris.

 

 

 

            A prática de destinar dinheiro para organizações já é conhecida há muito.  Porém o estudo mostra um olhar compreensível sobre a estratégia de doações da indústria dos refrigerantes para organizações de saúde enquanto ao mesmo tempo faz lobby contra medidas públicas de saúde que limitem o seu negócio.

            Essa movimentação toda da indústria dos refrigerante acontece quando autoridades municipais estão taxando a venda de refris e produzindo outras regulamentações que combatam a obesidade.

 "Nós queríamos olhar para o que essas empresas realmente defendem", disse o sr. Aaron, co-autor do estudo. "E parece que eles não estão ajudando a saúde pública  - na verdade eles estão se opondo a isso quase em todo o quadro, o que alerta para os patrocínios em questão".

            O que ficou evidente com o estudo:

             TODA ORGANIZAÇÃO ao  ACEITAR DINHEIRO da indústria de refrigerante configura a condição de : 'CONFLITOS DE INTERESSES CLAROS'.

 


            Triste estado dos assuntos culturais e sociais quando:  PADRÕES ÉTICOS E MORAIS SE TORNAM CORRUPÇÃO FLAGRANTE, CONFLITOS ESTAMPADOS DE INTERESSES.... alertou a reportagem do New York Times,.







 

Enquanto a diabetes, a obesidade não vem e os dentes estão lá  a garrafa permanece na mão.

A American Beverage Association é um grupo de comércio da Coca-cola, segundo a reportagem do The New York Times; ela declarou:

"Que não estava de acordo com os defensores da saúde pública 'sobre impostos e políticas discriminatórias e regressivas sobre os nossos produtos'."

 

 


            No  ano passado o  New York Times informou que a Coca-Cola havia pago,
por pesquisas científicas que minimizavam o vínculo entre bebidas açucaradas e obesidade. Depois da publicação desse artigo, a gigante dos refris lançou uma base de dados mostrando que, desde 2010, gastou mais de US $ 120 milhões em pesquisa acadêmica e parcerias com organizações de saúde,  envolvidas no  lobbying contra medidas de saúde pública destinadas a reduzir o consumo de refrigerante, de acordo com dados do Centro Não-Parcial para Política Responsável. A Pepsi gastou cerca de US $ 3 milhões por ano durante esse período, e a American Beverage Association gastou mais de US $ 1 milhão por ano, revelou o estudo.

   
            Somente em 2009, quando o governo propôs um imposto de refrigerante federal para reduzir a obesidade, que ajudaria a financiar a reforma dos cuidados de saúde, a Coca-Cola, a Pepsi e a American Beverage Association elevaram o gasto para  US $ 38 milhões contra a medida, a qual foi derrotada.


            Quando o prefeito da cidade da  Filadélfia propôs um imposto sobre os  refrigerantes, em 2010, a indústria dos refris ofereceu US $ 10 milhões para o Children's Hospital of Philadelphia, se a proposta do imposto fosse descartada. A Câmara Municipal retirou da pauta a votação do imposto, e o hospital ganhou sua grana.

 


"Até tu Brutos"......

 

"OS MÉDICOS DEVERIAM USAR DE SUA INFLUÊNCIA PARA DAR UM BASTA A ESSA PRÁTICA."  enfatizou o dr Siegel a Medscape Medical news.

 

 

Leia a reportagem no jornal The New York Times:

 

Leia a reportagem no jornal ElPais:

 

Reportagem do Science Daily sobre o tema:

 

Veja o sumário do estudo publicado na revista científica:

 

Leia a reportagem da Medscape:

https://www.medscape.com/viewarticle/870710

 

 

            Ainda há inocentes que falam em 'teoria da conspiração': mundo científico (não todos, é claro) cooptado pela lucro empresarial: SALVE-SE QUEM PUDER.

             O verniz é bom, dá direito a tecidos bem tramados e  máquinas possantes, que inflam o ego do animal Racional, mas os meios não são pro público.

            Na  CULTURA RACIONAL a pessoa é convidada a ver essa selva humana dentro do campo das energias que dominam esse 2º mundo: elétrica e magnética, sustentáculos do pensamento e imaginação que nivelam o homem no patamar dos bichos irracionais.

            O homem sonha alto mas sua mente é refém do campo enérgico das feras.

            Lendo O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO  fica esclarecido o peso da deformação na vida humana, que caminha aos trancos e barrancos. Para ficar livre de tanta confusão e sofrimento não adianta revirar o baú do pensamento e da imaginação pois lá só há o mesmo do mesmo....

            No DESENVOLVIMENTO do RACIOCÍNIO (não é pensamento) está o contato natural com Nosso Verdadeiro Mundo de Origem RACIONAL.

            No contato NATURAL com a Energia RACIONAL está o tão sonhado equilíbrio desse 2ª mundo, para que o homem deixa essa triste sina de ser o lobo do homem.

 

 

 

             MAIS ARQUIVOS:

            semana: 05 - 11 março 2018:

            semana: 19 - 25 fevereiro (2) 2018:

            semana: 19 - 25 fevereiro  2018:

            semana:  04 - 10 dezembro 2017:

            semana: 27 novembro - 03 dezembro 2017:

            semana: 24 - 30 julho 2017:

            semana: 17 - 23 julho 2017

            semana: 10 - 16 julho(2) 2017:

            semana:  10 - 16 julho 2017:

            semana: 03 - 09 julho 2017:

            semana: 26 junho - 02 julho 2017:

            semana: 19 - 25 junho 2017:

            semana: 12 - 18 junho 2017:

            semana:  05 - 11 junho 2017:

            semana: 10 - 16 abril 2017:

            semana: 03 - 09 abril 2017:

            semana: 20 - 26 março (4) 2017:

            semana: 20- 26 março (3) 2017:

            semana: 20 - 26 março (2) 2017:

            semana: 20 - 26 março 2017:

            semana: 13 - 19 março 2017:

            semana: 06 - 12 março 2017:

            semana: 13 - 19 fevereiro 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro(2) 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro 2017:

            semana: 30 janeiro - 05 fevereiro 2017:

            semana: 23 - 29 janeiro 2017:

            semana: 16 - 22 janeiro 2017:

            semana: 09 - 15 janeiro 2017:

            semana: 05 - 11 dezembro 2016:

            semana:  07 - 13 novembro 2016:

            semana:  24 - 30 outubro 2016:

            semana: 17 - 23 outubro 2016:

            semana: 10 - 16 outubro 2016:

            semana: 03 - 09 outubro 2016:

            semana: 12 - 18 setembro 2016:

            semana: 05 - 11 setembro 2016:

            semana 29 agosto - 04 setembro (2) 2016:

            semana:  29 agosto - 04 setembro 2016:

            semana : 22- 28 agosto (5) 2016:

            semana : 22-28 agosto (4) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto (3) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto(2) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(5) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(4) 2016:

            semana: 15-21 agosto (3) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(2) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto 2016:

            semana: 08 - 14 agosto 2016:

            semana:  01 - 07 agosto 2016:

            semana: 11 - 17 julho 2016:

            semana: 13 - 19 junho 2016:

            semana: 06 -12 junho 2016 (2):

             semana: 06 - 12 junho 2016:

            semana: 30 maio - 05 junho 2016:

            semana: 23 - 29 maio 2016:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: