DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)  (MÁ)GORDURA E CORAÇÃO NÃO COMBINAM, MAS.....

INTESTINO E FÍGADO NO ANDAR DE BAIXO

 QUEM DIRIA: A "BICHARADA" INTESTINAL

MANDANDO VER NO CORAÇÃO.

 

 

 

            Quando assunto é coração ninguém brinca, ninguém que ficar com as artérias entupidas, nada de enfarte ou subindo ao cérebro; AVC.  Outra grande preocupação moderna  é a epidemia de obesidade mundo afora. Culpados na mira, gorduras na 1ª fila.

            Há décadas a MENTIRA da gordura trans enganou todo o globo, até sua máscara cair e ficar evidente que é o maior inimigo do coração e cia. Não deu nada pra ninguém, diga-se de passagem, foi uma "mentirinha inocente" só para ganhar dinheiro.

 

            Estudo publicado na revista The New England Journal of Medicine, em 2006, revevou que a cada 2% de gordura trans ingerida, o risco de doenças cardíacas sobre 23%, segundo a reportagem do Uol. Presente nos produtos industrializados (e a farta nos baldinhos para uso culinário,na sessão de margarinas, no supermercados) tais como biscoitos, bolos, tortas, pães , pipocas de micro-ondas, bombons, apontou a reportagem.

           

            Imagem relacionada

Avantajado, só que na balança da saúde com sinal negativo.

 

 

A questão hoje não é estética, bonita ou feia, e sim os fortes efeitos na  saúde, no curto e longo prazo.

Resultado de imagem para obesity

Um desvio do bom padrão de saúde e quantos males no seu rastro.

 

            Como única vilã se baniu a gordura da dieta e acabou-se vendo que uma dieta pobre em gordura e rica em carboidratos não é lá muito favorável.  Pesquisa da Escola de Medicina da Harvard, que foi publicada na revista Lancet em 2016:

 

            "Está claro que focar apenas em um componente da dieta, como a gordura, não será a resposta para um sucesso sustentável" afirmou o dr Deirdre Tobias,  epidemiologista da Escola de Medicina de Harvard - EUA, segundo a reportagem do Uol.

 

            Até mesmo o colesterol mostra como o assunto gordura ainda não chegou a um porto seguro: Segundo Jonny Bowden e  Stephen Sinatra, autores do livro: O Mito do Colesterol; 50% das pessoas com doença cardíaca tem níveis de colesterol normal e  metade das pessoas com colesterol alto tem seus corações saudável elevando o nível de discussão, onde autores anotam a necessidade de medir o tamanho das partículas do mal colesterol ( LDL) com as pequenas e densas sendo as que mais formam placas nas artérias, elevando o risco cardíaco, mais uma proteína envolvida na formação de coágulos e outros 8 possíveis candidatos a coroa do maior vilão, segundo o Uol.

            Agora de braços dados com a saúde estão as gorduras insaturadas, de origem vegetal: o azeite, abacate, nozes, gergelim, amendoim, e as poliinsaturadas presentes no milho, girassol, linhaça (que contém o ômega 3 e o 6 e o 9 em proporções ideais; entre 50 e 60 % de ômega-3 (ácido linolênico) e entre 14% e 20% de ômega-6 (ácido linoléico),  nos peixes.

           

 

Imagem relacionada

De bandeja um presentão da natureza para dar sustentação a boa saúde: as benéficas sementes.

 

           

            Pesquisadores da Cleveland Clinic - EUA, em 2014, observaram que a presença de carnitina (da carne vermelha) e colina (presente nos ovos) ao  chegarem aos intestinos são metabolizados pela flora intestinal em N-óxido de trimetilamina: TMAO. As pessoas pesquisadas com esse componente químico no sangue tiveram 2,5 vezes mais de chance de ficarem doentes do coração, e também terem insuficiência renal.

 

Imagem relacionada

A carnitina e a colina caíram na boca, ganharam o intestino e....

Imagem relacionada

Processadas pelas bactérias da flora intestinal, chegando ao fígado  lá surge a nefasta TMAO: inimiga das artérias.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para intestinal microbiota carnitine

O "caminho das pedras" das doenças cardíacas  conhecem a boca, se transformam no intestino, se convertem no fígado até detonarem as artérias.

Ou seja evitar doenças cardíacas passa por atenção a boca, a flora intestinal e ao funcionamento do fígado.

 

            "A medição de TMAO é um dos fatos mais importantes dos últimos 3 anos na história da saúde cardíaca" declarou o dr Joel Kahn.

            O pesquisador da Cleveland Clinic destacou que os veganos não produzem TMAO já que apresentam uma população de flora intestinal diferente, além do não consumo de derivados animais.  O consumo da carnitina eleva o risco de doenças do coração, infarto do miocárdio, AVC e . O dano só aparece depois que as bactérias do intestino ajudam a converter a carnitina em TMAO!!!

 

 

            Resultado de imagem para intestinal microbiota carnitine

Quem diria, mais uma vez a flora intestinal é o fiel na balança pendendo se uma pessoa pode ou não ficar doente do coração.

 

 

            " É importante oferecer a mais avançada e atualizada tecnologia médica disponível para prevenir as doenças cardíacas", declarou o dr Joel Kahn.

            O estudo da Cleveland Clinic confirmou que a carnitina (presente as carnes vermelhas) causa endurecimento e entupimento das artérias.

            Os pesquisadores também destacam que a dieta que a pessoa segue (por exemplo rica em carnitina) muda a composição da flora intestinal deixando a pessoa mais propensa a desenvolver as doenças cardíacas, por formar mais a TMAO. Ou seja não é só o consumo de alimentos ricos em gordura que predispõe a aterosclerose,  a ALTERAÇÃO DA FLORA INTESTINAL pelo consumo excessivo de carne também tem efeito prejudicial.

        Vegetarianos e veganos, por não consumirem carne,  não estavam no mesmo grupo de risco.

          A flora intestinal é tão importante quanto o consumo de carne. Vegetarianos, em nome da ciência, foram ao bife. Mesmo consumindo a carnitina, via bife, por  não terem o hábito de comer carne, não aumentou tanto os níveis de TMAO no sangue, provavelmente por terem menos bactérias que produzam essa substância em seu intestino.

            Ao analisarem os prontuários médicos as pessoas que tinham o maior número de doenças cardíacas eram aquelas que apresentavam altos índices de carnitina e TMAO no sangue.

            O dr Stanley Hazen, chefe da Medicina  Cardiovascular da Cleveland Clinic declarou que o resultado da pesquisa serve para indicar uma nova abordagem à alimentação. Os microorganismos intestinais podem ser tão importantes quanto os nutrientes que ingerimos, afirmou ao site da revista científica Nature:

            "As bactérias produzem uma grande variedade de moléculas a partir da comida e estas podem ter um efeito sobre nossos processos metabólicos", disse.

             O dr Hazen alertou que os suplementos alimentares a base de carnitina, que prometem aumentar a energia, melhorar a performance esportiva e a perda de peso;

            " Nada disso foi comprovado. Não vejo nenhum motivo para que alguém tome isso" afirmou à revista científica Nature.

 

 

Resultado de imagem para suplementos alimentares carnitina

Luminoso por fora e entupidor de artérias por dentro, segundo pesquisas científicas da Cleveland Clinic - EUA.

 

           

           

 

Resultado de imagem para TMAO(n oxido de trimetilamina

Quem vai no cardiologista e não "levou" a  flora intestinal  junto, perdeu a viagem, segundo as  recentes pesquisas da Cleveland Clinic - EUA, famoso centro de referência cardiológica  no mundo.

A saúde do coração mais do que nunca passa pela (BOA) cozinha.

 

 

            Leia a reportagem do UOL:

 

 

            Leia informe técnico sobre a substância química produzida no intestino-fígado, a partir  da carne vermelha, que adoece o coração:

 

 

 

            Leia reportagem do jornal OGlobo:

 

 

            Leia informe técnico sobre a substância TMAO:

 

 

                    Dieta equilibrada não é um brinco da modernidade, com palavra os EUA. Muita química, muita gordura saturada, muitos carboidratos, é uma avalanche goela abaixo, poucas frutas, poucos legumes e verduras. Preocupação com a flora intestinal é coisa pra marciano, do intestino é só dar a descarga que está resolvido.

            Cada vez mais o peso que uma boa flora, habitando o intestino, tem ganho as manchetes da ciência mundo afora.

            O corpo mostra que tudo no seu interior está ligado. Não adianta ir ao cardiologista, sem estar acompanhando do gastro e etc. O cuidado fragmentado, parcial e dividido perde espaço inteligente com o avanço das pesquisas médicas de ponta.

            Na CULTURA RACIONAL cuidar da saúde é ter equilíbrio na vida, na mesa e por aí fora. Meios e modos naturais de forma que o corpo tenha condições de trabalhar adequadamente e devolver a saúde tão esperada e escassa nos dias atuais.

            Lendo O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO  a pessoa vai saber o porquê nem o sagrado prato de comida está livre de tantos embaraços que o artifício coloca a toda hora. É uma verdadeira maratona para a pessoa se ver  livre, dos piores percalços. Se a pessoa não tiver um jeito mineiro à mesa acaba sendo traída das maneiras mais absurdas que há.

            Se nesse 2º mundo, deformado e inconsciente, comer já é, por si só um desafio, no equilíbrio que a ENERGIA RACIONAL, do 1º Mundo RACIONAL, confere está a paz tão necessária à vida, inclusive à mesa.

 

 

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 20 - 26 março 2017:

            semana: 13 - 19 março 2017:

            semana: 06 - 12 março 2017:

            semana: 13 - 19 fevereiro 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro(2) 2017:

            semana: 06 - 12 fevereiro 2017:

            semana: 30 janeiro - 05 fevereiro 2017:

            semana: 23 - 29 janeiro 2017:

            semana: 16 - 22 janeiro 2017:

            semana: 09 - 15 janeiro 2017:

            semana: 05 - 11 dezembro 2016:

            semana:  07 - 13 novembro 2016:

            semana:  24 - 30 outubro 2016:

            semana: 17 - 23 outubro 2016:

            semana: 10 - 16 outubro 2016:

            semana: 03 - 09 outubro 2016:

            semana: 12 - 18 setembro 2016:

            semana: 05 - 11 setembro 2016:

            semana 29 agosto - 04 setembro (2) 2016:

            semana:  29 agosto - 04 setembro 2016:

            semana : 22- 28 agosto (5) 2016:

            semana : 22-28 agosto (4) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto (3) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto(2) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(5) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(4) 2016:

            semana: 15-21 agosto (3) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(2) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto 2016:

            semana: 08 - 14 agosto 2016:

            semana:  01 - 07 agosto 2016:

            semana: 11 - 17 julho 2016:

            semana: 13 - 19 junho 2016:

            semana: 06 -12 junho 2016 (2):

             semana: 06 - 12 junho 2016:

            semana: 30 maio - 05 junho 2016:

            semana: 23 - 29 maio 2016:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: