DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

1)  A PROMESSA ERA; SALVAR O MUNDO...

USADA E ABUSADA.............

ACABOU COLOCANDO O MUNDO NUMA TREMENDA FRIA.

 


                A Organização Mundial de Saúde (OMS), através de seu diretor geral dr Keiji
Fukuda alerta para uma ameaça mundial: a multiplicação de infecções por
bactérias resistentes a todos os antibióticos.
Diarréia, infecção generalizada, pneumonia, e até a velha gonorréia são as
ameaças em crescimento numa época onde as super-bactérias desafiam os
antibióticos
            Dr Keiji Fukuda declara que o uso e abuso dos antibióticos são responsáveis
pelas super-bactérias. A OMS vem alertando para o problema há anos mas a
coisa só piorou segundo o que declarou seu diretor geral.

Nós estamos realmente vendo a eclosão destas super infecções, disso tudo
sobre o mundo. O que isso significa é que todos nós, todos os membros da nossa família,
quando estivermos mais vulneráveis e precisarmos tomar antibióticos,
simplesmente eles não funcionarão.

A menos que nós tomemos ações significativas para aumentar a prevenção
das infecções e se mude como se produz, se presceve e se usa os antibióticos, o
mundo irá perder mais e mais antibióticos que funcionavam e não funcionam mais e
as implicações serão devastadoras.

 

Placa de cultura de bactérias que são
super-resistentes ao antibióticos disponíveis, que causam infecções
letais.

 Os especialistas concordam que há um abuso
no uso dos antibióticos, que é uma prática até então muito lucrativa....
O uso de um antibiótico deveria seguir diretrizes técnicas que
suportassem sua eficácia e prevenisse seu mau uso.

A segurança estava na ingestão cada vez maior de antibióticos.

Hoje essa atitude irracional mostra seus efeitos maléficos para o mundo.


O fato é que os antibióticos não matam todas as bactérias que suplantam
os efeitos dos antibióticos. Uma vez uma bactéria resistente na praça,
ela se multiplica e espalha seus genes resistentes aos antibióticos: a
festa dos micróbios....


Isto resulta especialmente quando as pessoas tomam os antibióticos
errados ou quando tomam antibióticos para tratar infecções virais, que
são imunes aos antibióticos, uma prática corriqueira de se observar no
dia a dia das prescrições médicas.

 

 
Um curso mal calculado de tratamento também bota fogo na fogueira das
super-bactérias.

 


Um relatório da OMS revelou que uma bactéria intestinal, a
Klebsiella se espalhou para todos os cantos do mundo. Ela agora
resiste ao último recurso de antibiótico ao qual era sensível, os
antibióticos denominados carbapenema.


A OMS afirmou que em alguns países, face a resistência dessa bactéria
Klebsiella, esta classe de antibiótico (carbapenema) não funciona mais
em 50% dos casos.


Isto tem sido um problema POR DÉCADAS nos EUA!


O CDC, órgão dos EUA que acompanha as doenças infecciosas por lá, no
último outono declarou que mais de 2 MILHÕES de pessoas foram infectadas
por bactérias resistentes aos antibióticos por ano e 23 mil morreram
por causa dessas infecções.


A bactéria grande matadora nos EUA é a causadora de diarréia: C. difficile.
Em 2011, 322 mil novos casos da velha gonorréia foram
relatados nos EUA galgando o posto de segunda infecção mais
corriqueiramente notificada nos EUA.

            Em pelo menos 10 países, incluindo Austria, Austrália, Inglaterra, Canadá,, França, Japão, Noruega, África do Sul, Eslovênia e Suécia os relatórios atuais registram pacientes com uma nova bactéria ad gonorréia QUE É TOTALMENTE INTRATÁVEL!!!

            Jennifer Cohn da Associação Internacional Médicos Sem Fronteiras concorda com o alerta da OMS e confirma que o problema tem se espalhado para muitos lugares do mundo.

            "Nós vimos horríveis casos de resistência aos antibióticos por todos os centro cirúrgicos que acompanhamos." afirmou a médica.

           Leia a reportagem da agencia de Notícias Reuters:


E outra vez surge o uso intensivo de antibióticos acrescentados nas
rações animais.

 No passado as pessoas achavam que os antibióticos eram drogas
isentas de risco, que poderiam ser usadas e abusadas frente a qualquer
mal-estar. ISTO NÃO É CORRETO. declarou o dr Solomon, do CDC, á
reportagem da NBCnews.
 

As super-bactérias dando a volta por cima
dos afamados antibióticos, deixando os doentes na mão....

Uma cultura artificial que sempre desprezou
os fatores que beneficiavam o equilíbrio do meio ambiente
externo e interno.

 


O negócio era ir para cima do cidadão e quando a situação
ficasse feia era só esticar a mão e tomar um
antibioticozinho, atitude moderna, científica,
descompromissada com o resto....


Não havia preocupação ambiental pois mesmo nos cenários mais
adversos lá estaria o antibiótico para fazer valer a
vida........ parece que a coisa mudou.


Agora não adianta engolir a pílula pois as bactérias
as reconhecem cada vez menos.....


O que antes sempre foi descuidado; o que entra goela adentro
e o estado de equilíbrio externo e interno é que voltam ao
cenário do palco de onde nunca deveriam ter saído!


Na CULTURA RACIONAL o homem é visto nu dentro desta
deformação elétrica e magnética sem cosmética nem photoshop:
sua vida é passageira e não faltam adversários grandes e
pequenos para tentarem derrubá-la.


Lendo o LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO a pessoa vai saber o
motivo de tanta adversidade e quem foi o responsável de ter
criado tanta confusão que não poupa a mente nem o corpo.


A busca do equilíbrio da vida não é fuga, na
pós-modernidade, e sim segundo também a OMS, tentar reparar
o erro do curso da visão insuficiente que o progresso do
artifício meteu o homem na era moderna.