DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)       FOI A SALVAÇÃO DA PÁTRIA

 UMA SENSAÇÃO DE SEGURANÇA COMO NUNCA

E NO USO E ABUSO

FICAMOS  CADA VEZ MENORES FRENTE AOS GERMES

 

 

 

            Relatório do CDC (Center for Disease Control) EUA alerta que um terço dos antibióticos prescritos lá são feitos sem a necessidade do quadro clínico do paciente.

        Apesar de décadas de alertas frenéticos das autoridades de saúde nos EUA, os médicos continuam receitando antibióticos  erradamente: para gripes, infecções de ouvido não bacterianas, para bronquite alérgica, etc, etc, mesmo os antibióticos não trazendo nenhum benefício a esses quadros, onde não estão indicados, alertou o CDC

 

 

 

Usados e abusados: os  afamados salvadores antibióticos vem conhecendo um declínio por seu uso irracional na medicina moderna.

30% dos antibióticos nos EUA são erradamente receitados, segundo o CDC.

 

            E essa leva enorme de antibióticos erradamente prescritos pelos médicos nos EUA estão favorecendo o surgimento das bactérias super-resistentes aos antibióticos, advertiu o CDC.

            "Os antibióticos são drogas destinadas a salvar vidas e se os médicos continuarem a trilhar a estrada da prescrição errada nós perderemos a mais potente ferramenta  para combater as infecções bacterianas." disse o dr Tom Frieden,diretor do CDC.

            "Perdendo esses antibióticos para as superbactérias  enfraquecemos nossa capacidade de tratar os pacientes com  infecções fatais, e nos também nos casos de câncer, transplante de órgãos, e salvar vítimas de queimaduras e traumas", afirmou.

 

 

Fleming, que descobriu a penicilina, e uma placa de cultivo de bactérias para testar a eficácia dos antibióticos.

 

            Os pesquisadores avaliaram os dados sobre o receituário de antibióticos de 2010 à 2011, os mais recentes disponíveis.

            Quase 13 por cento (umas 154 milhões de consultas médicas) dos pacientes que vão ao consultório médico, nos EUA,  levam uma receita de antibiótico para casa, disseram os pesquisadores. Cerca de 30% dessas prescrições, ou 47 milhões delas, são desnecessárias, eles afirmam.

            Isso incluí prescrição errada de antibióticos para gripe, asma, alergias, pneumonia viral, resfriados,  bronquite, inflamações nasais, da garganta e ouvidos virais que não requerem  o tratamento com antibióticos, segundo a reportagem da NBCnews.

            " Sinusite foi o diagnóstico isolado mais associado a prescrição de antibióticos" eles escreveram no relatório, publicado na revista: Journal of the American Medical Association (JAMA).  Drogas não são habitualmente necessárias no tratamento de infecções sinusais, as quais muitas vezes são ocasionadas por fungos, que não são afetados por antibióticos.  

            "Até 70% dos pacientes com sinusite aguda se recupera sem alguma prescrição medicamentosa" informa a Academia Norte-americana de Alergia, Asma e Imunologia no seu website;   veja o  website.

            Antibióticos não ajudam uma infecção viral, embora os pacientes muito frequentemente   achem o contrário  e farão pressão sobre os médicos pela prescrição do antibiótico.

No começo o casamento parecia de Cinderela, não foi muito longe e hoje as bactérias colocam em xeque a segurança que os antibióticos davam.

 

            "As crianças com menos de 2 anos recebem a maior quantidade de antibióticos." dr David Hyun, um veterano pediatra especialista em doenças infecciosas pediátricas, disse a NBCnews.

            Isso não é só um desperdício de dinheiro. Toda vez que alguém usa um antibiótico, as bactérias no seu corpo estarão evoluindo para ficarem resistentes ao antibiótico. É impossível  eliminar as bactéria do nosso corpo, sendo assim  aquelas que sobrevivem ficam cada vez mais fortes e podem não só reinfectar o paciente mas podem ser transmitidas para outras pessoas.

            Isso significa que o antibiótico, na próxima vez que for receitado, não vai funcionar tão bem.

            Mesmo antes da penicilina ter sido introduzida em 1943, os germes estafilococos foram identificados como resistentes a ação dela. Apenas 9 anos após a tetraciclina ser introduzida em 1950, uma cepa de Shigella resistente surgiu. Estafilococos áureo resistente ao antibiótico meticilina ( MRSA)    surgiram apenas 2 anos após o antibiótico meticilina chegar ao mercado em 1960.

            "Nós não queremos nos deparar com uma situação na qual nós estaremos tentando tratar uma infecção que seja tão resistente que nós não tenhamos nenhum antibiótico para usar".

Novas cepas das superbactérias prometem pulverizar os antes poderosos antibióticos.

 

            "Uma enorme quantidade de procedimentos, que são habitualmente realizados nos serviços médicos, tais como quimioterapia, diálise renal, cirurgias ortopédicas, poderão se tornar muito mais perigosas se não houverem antibióticos efetivos." dr Hyun afirmou.

            " Pode ser caso de vida ou morte" ele acrescentou " Nós não queremos ser confrontados com uma situação de tratamento de infecção que se mostre tão resistente que nós não tenhamos antibióticos para usar."

            E as pessoas tem seus bons germes, no seu tubo digestivo e no seu corpo, eliminados cada vez que elas usam antibióticos. É a perda dessas benéficas bactérias que abre as portas para a infecção da temida bactéria Clostridium difficile.  O Clostridium dif. infecta 450.000 norte-americanos por ano, levando 29.000 ao óbito só em 2011.

            "O aumento da resistência aos antibióticos é uma crise global. É uma das grandes ameaças à saúde hoje." afirmou a diretora da OMS (Organização Mundial da Saúde), drª Margaret Chan.

 

 

Drª Margaret Chan alertando para a escalada da resistência aos antibióticos e a crise na saúde em decorrência disso.

 

.

            O CDC declara que mais de 2 milhões de pessoas são infectadas por super-bactérias  por ano e que 23.000 acabam morrendo dessas infecções.

            Até a Casa Branca fez do uso racional dos antibióticos uma prioridade nos EUA, não se vendo os resultados até o momento, conforme relatou a reportagem da NBCnews.

 

          Leia a reportagem da NBCnews:

           

            Esse pepino sanitário o pensamento não conseguiu resolver.

            Equilíbrio, uso Racional  não é uma área onde o pensamento mostre grandes resultados.

            O homem moderno vê pipocar a saúde numa ameaça global, no país mais rico do planeta, entre seus bem formados  doutores fazendo barbaridades na hora de preencher o receituário.

            A educação formal é fundamental, não há o que discutir, como igualmente pacífico é o resultado da pesquisa, tornada pública pela reportagem da NBCnews; que não dá conta de acertar o compasso das ações de "gente grande". O problema avança e o pensamento, que é tragado pelos interesses do momento, é  incapaz de garantir  um legado racional para as futuras gerações.

        Lendo O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO a pessoa vai ver que além da necessária educação formal, há uma necessidade mais visceral na existência como a conhecemos: que o homem se CONHEÇA COM BASE E LÓGICA RACIONAIS.

            SABER DE ONDE VEIO, O PORQUÊ VEIO, PARA ONDE VAI E O PORQUÊ VAI não é fugir das exigências diárias e sim não acabar sendo vítima do automatismo tão comum na seara de atividade do pensamento, que não passa de uma ferramenta das energias deformadas elétrica e magnética.

            Na CULTURA RACIONAL essa queda de braços entre os 'maiores' seres desse 2º mundo deformado com o campo microscópico, que muitas vezes varrem milhões do mapa, é vista dentro do grande histórico RACIONAL com a definição de nossa Origem RACIONAL.

        Trocar de caixinha, mudar o rótulo e deixar o claudicante pensamento no comando da embarcação pode levar o atrapalhado capitão a comprometer a tripulação inteira.

           

 

 

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: