DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)  AMIGÃO DO PEITO

SUPORTANDO MESMO OS PIORES DONOS

SEMPRE ANTENADO

 ALGO MAIS É CAPTADO.

 

 

            A pessoa muitas vezes não mede o tom do que fala, mas nada lhe escapa.

            Estudo realizado na Universidade de Eotvos Lorand, na Hungria, deu evidências de como os nossos amigos cães nos entendem. O estudo colocou os  cães no tubo de Ressonância Magnética.  O exame realizado; uma ressonância magnética funcional, aquela que rastreia a atividade de áreas do cérebro dependendo do que esteja sendo solicitado.

Resultado de imagem para cao

Comunicação no olhar, o entendimento está no ar, ultrapassando a barreira  de raças.

Saudades do Horinhus.

 

 

            E os cientistas descobriram que o processamento do discurso, nos hemisférios cerebrais esquerdo e direito dos cães acontece da mesma maneira que nas pessoas; sugerindo como os cães são capazes de interpretar o diálogo e o jeito como ele é entonado.

            Essa pesquisa,  apoiada no exame de ressonância magnética funcional, o qual demonstra a atividade de áreas específicas do cérebro quando estimuladas. No estudo ficou evidenciado que nossos amigos cães também processam as palavras.

            O trabalho científico foi publicado na revista Science. Nele ficou claro que os cães, além de associarem sons  a objetos, também entendem  o significado do vocábulo. A ressonância magnética funcional revelou que os cães só se sentiram felizes se o que foi dito estiver associado com a entonação significativa também. Falou a palavra certa de maneira 'atravessada' o melhor amigo já não se anima.

            "Bom garoto" ou "vamos passear" ganham significados quando a entonação certa aparece.

           

             “O incentivo funciona como uma recompensa. Mas isso funciona melhor se tanto a palavra quanto a entonação estiverem em sintonia”, declarou o neurocientista Attila Andics, chefe do estudo.

 

Para provar que o melhor amigo não é tão tonto como o dono imaginava, ele foi parar no tubo.

 

 

Atenta platéia qualificada, que ajudou a desenvolver o estudo científico.

 

            Diversas raças de cães participaram do estudo. Dentro do famoso tubo, cada cão teve sua atividade cerebral monitorada quando ouviam as vozes de seus treinadores.

             Palavras de incentivo:

            "Muito bem", "Bom menino" e "Esperto" em  3 entonações:

            -positiva, negativa e neutra. eram ditas aos cães. E os cientistas analisavam o comportamento das regiões cerebrais que diferenciam vocábulos com e sem significado e entonações positivas das desagradáveis, na hora.

 

            O hemisfério cerebral esquerdo dos cães processa as palavras com significado, enquanto que o direito identifica entonações de incentivo daquelas neutras e negativas, ficou claro nas   imagens da ressonância magnética funcional. Estudos anteriores mostraram que humanos e cachorros usam essa mesma região auditiva para processar sons emocionais não verbais, sugerindo que o mecanismo de processamento das entonações acontece independentemente do discurso.

            Para o neurocientista dr Andics, quando os animais ouviam entonações positivas, a região do cérebro associada à sensação de recompensa e que, também em humanos, se ativa em resposta a estímulos agradáveis, como comida e carinho, entrava em ação. Em relação às palavras, porém, não adiantava dizer algo positivo de forma negativa ou neutra. O centro de recompensa cerebral só se manifestava quando os vocábulos eram ditos com uma entonação interpretada como incentivadora:

         “Então, os cães não só diferenciam o que dizemos e como dizemos, mas também conseguem combinar os dois para interpretar corretamente o que as palavras realmente querem dizer. Isso é muito parecido com o que os humanos fazem”, afirmou  o dr Andics.

        O neurocientista observou que o foco do estudo não foi sobre o leque de  inteligência animal:

            “Não é que tenhamos mostrado o quão inteligentes são. O que fizemos foi demonstrar a semelhança na forma em que processam a comunicação”, explicou.

            De acordo com ele, acredita-se que os cachorros compreendem cerca de mil palavras. A habilidade de compreensão independe de raça, diz:

            “Não achamos que exista uma grande diferença entre raças; na verdade, acreditamos que os padrões devam ser similares em outros mamíferos também.”            

 

 

Resultado de imagem para cao

A semelhança não se restringe só ao estilo, muito do funcionamento canino fica próximo ao homem.

 

 

 

        Dr Andics destaca as fortes  implicações do estudo:

                1) A relação entre humanos e seus melhores amigos:

             “Os resultados podem ajudar a fazer com que a comunicação e a cooperação entre cães e humanos fique ainda mais eficientes”.

2)  A descoberta poderá levar a uma compreensão melhor sobre a evolução da linguagem no homem:

             “O que faz o léxico unicamente humano não é a capacidade neural de processá-lo, mas a nossa invenção de seu uso”, escreveu, no artigo científico.

 

           

            A veterinária Ceres Berger Faraco, especialista em comportamento animal e integrante da Comissão de Ética, Bioética e Bem-Estar Animal (Cebea), do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), recebeu com entusiasmo a pesquisa científica publicada na revista Science, segundo a reportagem do Correio Braziliense.

             “Essa era uma questão ainda desconhecida. Se pensava que a possibilidade de compreensão oral fosse exclusiva dos humanos, e o que se vê é que isso não é verdade. Os pesquisadores identificaram claramente que existe uma memória dos blocos comunicativos no cérebro dos cães, similar ao nosso processo de comunicação. O estudo coloca os cães em um patamar comunicativo igual ao nosso”, declarou.

            De acordo com a médica veterinária, o trabalho demonstra que a estrutura do sistema nervoso central dos cães, independentemente do contato com humanos, é estruturada para a comunicação vocal:

             “Ali, existe uma base fisiológica de comunicação vocal, ele já tem o aparato neurofisiológico”, diz, lembrando que a comunicação vocal não se limita à linguagem humana. “Os cães realmente percebem e interpretam o que estamos falando. Isso demonstra uma cognição muito mais sofisticada do que o imaginado”, afirmou à reportagem do jornal Correio Braziliense.

            “Quanto mais conheço o homem, mais gosto do meu cão”  um provérbio.

 

 

Resultado de imagem para cao afghan

O afgan-hound é desde caçador até amigo fiel, tendo ganho muita fama no antigo Egito.

Sua fama, parece ter 'inspirando' até estrelas em Hollywood.....

Resultado de imagem para cao afghan

O que um bom cabeleireiro não pode fazer por diversas espécies......

 

 Resultado de imagem para cao

O poder de comunicação se imortalizou no papel, porém   o mais forte dele nunca foi  escrito.

 

Resultado de imagem para cao

Depois que o estudo ficou conhecido pelos homens, a raça de amigos 'promete' dar mais atenção aos donos.

 

 

            Vídeo que mostra como a sensibilidade canina  a qual pode até exceder a humana:

 

            Leia reportagem do jornal Correio Braziliense:

 

            E o homem, na sua prepotência 'infinita' ainda se acha a ameixa no pudim de coco! Quanta pretensão barata que o avanço da compreensão vem acalmando.

            Aquela natureza toda dando sopa, uma necessidade visceral pela sobrevivência colocou o homem em movimento, que até determinado ponto e sob condições razoáveis constituía um  progresso natural dentro desse 2º mundo.   

            Mas como meio ego não ganha espaço o homem sob a bandeira do  progresso do artifício foi pra cima da natureza na base do tudo ou nada, i.e. tudo para o homem, nada para a natureza, e as barbaridades foram se contabilizando, contabilidade bem oculta , que se diga!

            E os "insensíveis" cães foram eleitos pelos "melhores cientistas" como os animais preferidos de laboratório para sofrerem diversas intervenções e drogas, sob o estandarte do 'bem humano'.

            Muito do equivoco estampado pelo homem, na sua vida, vem da suposição de que este mundo foi criado pra ele, que ganhou a coroa estando acima do bem e do mal. Deitado sobre o travesseiro de sua cômoda posição, seu trato diário com os seres da natureza são um exemplo de crueldade e barbarismo assustador. Mas o céu está garantido pois nele não há representante legal dos inferiores animais, pífia segurança.

            Lendo O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO a pessoa vai saber que existe nesse 2º mundo aparente e provisório como um ser dependente de tudo e de todos: os 7 reinos que compõe essa natureza deformadas nos seus diversos elementos e viventes é que dão condição de subsistência para a vida, inclusive a humana.

            O homem na deformação até que não tem motivos para se gabar, pois na CULTURA RACIONAL foi ele, como HABITANTE do 1º MUNDO RACIONAL que abusando do livre arbítrio deu conseqüência para para a deformação e transformação até chegarmos a essa mísera condição aparente. E nela a dependência de todos os reinados da natureza é evidente: ar , água, calor, sistema solar,plantas, animais calçam a vida do homem que depende totalmente do sistema, só não caiu a ficha, ainda, por vezes.

            No CONHECIMENTO RACIONAL está a redenção humana, que não representa posar do que não é e sim SABER de ONDE VEIO, o PORQUÊ VEIO, COMO VEIO, PARA ONDE VAI e COMO VAI: O CONHEÇA-TE A TI MESMO com início, meio e fim.

            Com o EQUILÍBRIO RACIONAL  o homem já deixa de ser observado, pelas criaturas da natureza, como o pior parasita da natureza por ele se conduzir por uma CONDUTA RACIONAL que não faz aos outros o que não quer para si.      

 

 

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana : 22- 28 agosto (5) 2016:

            semana : 22-28 agosto (4) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto (3) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto(2) 2016:

            semana: 22 - 28 agosto 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(5) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(4) 2016:

            semana: 15-21 agosto (3) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto(2) 2016:

            semana: 15 - 21 agosto 2016:

            semana: 08 - 14 agosto 2016:

            semana:  01 - 07 agosto 2016:

            semana: 11 - 17 julho 2016:

            semana: 13 - 19 junho 2016:

            semana: 06 -12 junho 2016 (2):

             semana: 06 - 12 junho 2016:

            semana: 30 maio - 05 junho 2016:

            semana: 23 - 29 maio 2016:

            semana: 16 - 22 maio 2016 (2):

            semana: 16 - 22 maio 2016:

            semana: 09 - 15 maio 2016(2):

            semana: 09 - 15 maio 2016:

            semana:  02 - 08 maio 2016:

            semana: 14 - 20 março 2016:

            semana: 07 - 13 março 2016 (2):

            semana:  07 - 13 março 2016:

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016 (2):

            semana: 29 fevereiro - 06 março 2016:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: