DESTAQUE NA SEMANA

            Aqui alguns fatos e informações da semana que tem haver com a CULTURA RACIONAL.

 

 

1)     NÃO COMPARECENDO O SONO....

 QUANDO VIU....

ESTAVA, QUE NEM ZUMBI, NA PORTA DA GELADEIRA

SONO EM BAIXA É QUE NEM DROGA!

 

 

            Dormir é uma perda de tempo! O tempo gasto no sono não se aproveita! Eh!??

            Estudo  da Universidade de Chicago mostra que faltando o bom sono a pessoa que afrouxe o cinto:  dormindo pouco aparece  aquela fissura por comida, da mesma forma que os fumantes de maconha,  ao usar a droga!

           As pessoas pesquisadas foram adultos jovens na casa dos 20 anos.

            Dormindo pouco, a  vontade/fissura/larica por comida aumenta em 50%, e pela comida mais gordurosa e não saudável, o que não ocorre quando a pessoa dorme bem as 8 horas regulares de sono.

            A pesquisadora  drª Erin Hanlon, endocrinologista da Universidade de Chicago - EUA, afirmou que a privação do bom sono bagunça os mediadores químicos do cérebro, perturbação igualmente experimentada por quem fuma maconha;  a famosa larica  dos usuários da droga.       

           

          

 

Fumou e sentiu os reais efeitos da droga, como a privação do bom sono.

 

 

Não dormiu: o equilíbrio roubado ao cérebro, cobrado na mesa.

 

            "Sabemos que a maconha ativa o sistema endocanabinoide e leva as pessoas a comerem demais quando não estão com fome, e normalmente elas se alimentam de doces saborosos e gordurosos" conta a dra. Hanlon.

           No  biorritmo equilibrado o corpo pede mais comida ao meio-dia e vai caindo  ao longo do término do dia.

           Nas pessoas que dormem poucas horas, com o biorritmo bagunçado a 'gana' por comida é maior desde cedo, chegando ao pico por volta das 14h e permanecendo alta até 21h. E a tentação para fazer “lanchinhos” aumenta.

 

            Em São Paulo, segundo o Instituto do Sono, em 2008, apenas 30% dos moradores da cidade dormem oito horas ou mais. A média é de seis horas e meia. Pior entre os jovens.

            " Vivemos uma epidemia da privação de sono" alerta Luciana. "Uma noite mal dormida é um golpe na qualidade de vida, seja na alimentação ou em aspectos como humor, concentração e memória". Esta é uma questão de saúde pública afirmaram à reportagem do OGlobo.

 

            Os pesquisadores ressaltam que os resultados são significativos e comprovam a existência de uma “evidência epidemiológica relevante para as condições normais de vida”.

        "Nos esperamos que as pessoas percebam que precisam ter noites de sono adequado, com uma boa rotina de sono" declarou a drª Hanlon.

            "As pessoas precisam parar de invocar o velho lema de que vou dormir quando morrer!" declarou.

         

Um bom sono, no local mais adequado, ajuda a regular  o relógio biológico.

            Essas alterações provocadas no cérebro, pela falta do sono adequado, afetam a relação da pessoa com: dor, prazer e o apetite, segundo os pesquisadores norte-americanos.

            A conclusão do estudo foi publicada na revista Sleep (sono).

            Quando a pessoa desequilibra esse sistema de mediadores químicos cerebrais, pela falta de sono, como pelo uso da droga maconha, o sistema de recompensa/gratificação fica bagunçado, segundo os pesquisadores norte-americanos, e a capacidade de resistir a estímulos ruins - como uma alimentação não saudável- se evapora, declarou a drª Hanlon à NBCnews.

            Segundo a pesquisa bastaram 4 noites de sono bagunçado para já se ver os resultados negativos na alimentação: a comida eleita;  a não saudável, como salgadinhos e doces.

            "Com esse estudo bem controlado, a drª Hanlon e seus colegas adicionaram novas evidências das alterações que a falta de bom sono impõe as pessoa ; comendo mais e ganhando peso" declarou o dr  Frank Scheer, especialista em desordens do sono na Faculdade de Medicina de Harvard - EUA.

            Dois terços dos norte-americanos estão acima do peso ou são obesos, e o CDC diz que mais de 1/3 dos norte-americanos não dormem adequadamente.

            "Nós sabemos que a restrição do bom sono derruba a performance cognitiva do cérebro. Rouba a força de interação da pessoa. E você é conduzido a comer mais. Se você tiver um bom sono você estará no comando das suas ações, inclusive frente aos convites para comer bobagem." declarou a drª Hanlon.

            Ajudar o bom sono é mais fácil de falar do que fazer, segundo a pesquisa, já que sobram luzes dos pcs, tvs que ajudam a causar insônia, bem como o uso exagerado das mídias sociais.

            O CDC- EUA alerta  que não há uma real ajuda química para o bom sono, apesar de que mais de  9 milhões de norte-americanos tomam pílulas para dormir.

           

Um convite enganoso que não restabelece o bom equilíbrio do biorritmo orgânico.

 

             Leia a reportagem da NBCnews:

 

                    Leia reportagem do jornal OGlobo:

 

 

 

                     Na CULTURA RACIONAL há o alerta para o desequilíbrio em crescendo na vida assediada pelo progresso artificial.

                Negar as boas conquistas tecnológicas, que amenizam a passagem do homem por esse mundo, seria imaturo. Porém muito mais imaturo é inundar a vida do dia a dia com artifícios e drogas que detonam o biorritmo corporal tirando a capacidade da pessoa de estar no comando das ações e não de carona de impulsos bagunçados.

                Ler O LIVRO UNIVERSO EM DESENCANTO é descobrir o PORQUÊ essa vida é tão  vulnerável: estamos fora do Nosso Verdadeira Natural de RACIONAIS, puros, limpos e perfeitos, reduzidos a condição de animal Racional, encantado por uma vida que lhe escapa das mãos a cada dia.

            Viver, só, não basta. Saber viver RACIONALMENTE garante um bom sono e evita muita dor de cabeça.

 

 

 

 

         MAIS ARQUIVOS:

            semana: 15 - 21 fevereiro 2016:

            semana: 01 - 07 fevereiro 2016:

            semana: 25 - 31 janeiro 2016:

            semana: 23 - 29 novembro 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (3) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro (2) 2015:

            semana: 16 - 22 novembro 2015:

            semana: 09 - 15 novembro (2) 2015:

            semana: 09 - 15 novembro 2015:

            semana: 28 setembro - 04 outubro 2015:

            semana: 21 - 27 setembro 2015 (3):

            semana: 21-27 setembro 2015 (2):

            semana: 21 - 27 setembro 2015:

            semana: 07 - 13 setembro 2015:

            semana: 24 - 30 agosto 2015:

            semana: 17 - 23 agosto 2015:

            semana: 10 - 16 agosto 2015:

            semana: 03 - 09 agosto 2015:

            semana: 27 julho - 02 agosto 2015:

            semana: 13 - 19 julho 2015:

            semana: 06 - 12 julho 2015:

            semana: 29 junho - 05 julho 2015:

            semana: 22 - 28 junho 2015:

            semana: 15 - 21 junho 2015:

            semana: 08 - 14 junho de 2015 (2):

            semana: 08 - 14 junho de 2015:

            semana:  01 - 07 junho de 2015:

            semana: 25 - 31 maio 2015:

            semana: 18 - 24 maio 2015:

            semana: 11 - 17 maio 2015:

            semana:  06 - 12 abril 2015:

            semana: 30 março - 05 abril 2015:           

            semana: 16 - 22 março 2015:

            semana: 09 - 15 março 2015:

            semana: 26 janeiro - 01 fevereiro 2015:           

            semana: 19-25.. janeiro 2015:

            semana: 19-25. janeiro 2015:

            semana: 19-25 janeiro 2015:

            semana: 12 - 18 janeiro 2015:

            semana: 05 - 11 janeiro 2015:

            semana: 10 - 16 novembro 2014:

            semana:  03 - 09 novembro 2014:

            semana: 27 outubro - 02 novembro 2014:

            semana: 20 - 26 outubro 2014:

            semana: 13 - 19 . outubro 2014:

            semana: 13 - 19 outubro 2014:

            semana: 06 - 12 outubro 2014:

            semana: 29 setembro - 05 outubro 2014:

            semana: 09 - 15 junho 2014:

            semana: 26 maio - 01 junho 2014:

            semana: 19 - 25 maio 2014:

            semana: 12 - 18 maio 2014:

            semana:   05 - 11 maio 2014:

            semana: 21 - 27 abril 2014:

            semana: 14 - 20 abril 2014:

            semana: 07 - 13 abril 2014:

            semana: 24 - 30 março 2014:

            semana: 03 - 09 fevereiro 2014:

            semana: 27 janeiro - 02 fevereiro 2014:

            semana: 20 - 26 janeiro 2014:

            semana: 13 - 19 janeiro 2014:

            semana: 06 - 12 janeiro 2014:

            semana:  02 - 08 dezembro 2013:

            semana : 04 - 10 novembro 2013:

            semana:  21 - 27 outubro 2013:

            semana: 14 - 20 outubro 2013:

            semana:  30 setembro - 06 outubro 2013:

            semana: 23 - 29 setembro 2013:

            semana:  02 - 08 setembro 2013:

            semana: 26  agosto - 01 setembro:

            semana: 19 - 25 agosto 2013:

            semana:  29 julho - 04 agosto 2013:

            semana:  08 - 14 julho 2013:

            semana: 17 - 23 junho 2013:

            semana: 20 - 26 maio 2013:

            semana: 04 - 14 abril 2013:

            semana: 25 - 31 março 2013:

            semana: 04 - 10 março 2013:

            semana: 21 - 27 janeiro 2013:

            semana:  06-12 dezembro 2012:

            semana :  05 - 11 novembro 2012:

            semana:  22 - 28 outubro 2012:

            semana: 08 - 14 outubro 2012:

            semana: 10 - 16 setembro 2012:

            semana:  03 - 09 setembro 2012:

            semana: 27 agosto - 02 setembro 2012:

            semana: 01-05 agosto 2012: