SUA SAÚDE NA SEMANA:

 

1)  PEDRA NA VESÍCULA BILIAR: o aumento do risco entre os adolescentes obesos.

 

            A BBCnews, esta semana divulga uma pesquisa dos EUA que demonstra o aumento de se ter cálculo ('pedra') na vesícula entre os adolescentes com peso aumentado.

            O estudo avaliou 510.000 jovens entre 10 e 19 anos e foi publicado na revista: Journal of Pediatric Gastroenterology and Nutrition (EUA).

            Aqueles jovens que apresentavam um peso aumentado tiveram a possibilidade de formar cálculo na vesícula biliar 2x mais do que um jovem não gordo, e aumentava mais ainda para aqueles que eram obesos.

            Os moderadamente obesos apresentaram a chance 4x maior de ter cálculos na vesícula biliar.

            O que subia para 6x se o jovem estivesse na faixa de extremamente obeso.

Leia a reportagem: BBCnews

            Um especialista da Inglaterra, em obesidade,  apontou para que doenças associadas a obesidade tem sido vistas em crescendo entre jovens.

            O cálculo biliar são pequenas pedras, geralmente formadas a partir do colesterol, via de regra na vesícula biliar. No geral não apresentam sintomas, porém se encravarem, nos canais de drenagem da bile, podem desencadear muita dor na barriga.  Isso ocorrendo bloqueia a passagem da biles podendo refluir para o pâncreas, podendo ter até conseqüências fatais, conforme alerta a reportagem inglesa.

            O problema é historicamente raro entre jovens, estando mais associado  a adultos que engordam, como destacou a pesquisadora que conduziu o estudo: Corina Koebnick.

            Esse estudo foi realizado no Estado da Califórnia- EUA.

            O que os pesquisadores afirmaram é que como essas condições típicas de adultos estão aparecendo mais cedo, nos jovens, mortes também virão mais cedo!

            Segundo o pesquisador: dr David Haslam, do Fórum Nacional de Obesidade a ocorrência é maior entre mulheres do que os homens.

            A conclusão do estudo é que a obesidade empurra a juventude para as doenças típicas de adultos com alterações  favorecidas pelo tempo.

            O dr David Haslam que a constatação não foi surpreendente já que outros problemas típicos de adultos são verificados nos jovens nos quais a obesidade prevalece: diabetes tipo 2, colesterol alto, pressão arterial alta....

                      

           

           Torso of an obese boy

A obesidade é uma praga moderna que não poupa idade ou sexo.

 

            Não sem motivo a CULTURA RACIONAL alerta para o avanço do progresso do artifício e suas prematuras baixas: os jovens!

           Uma dieta fortemente forjada pela artificialidade: cor, sabor, realçador de sabor, conservantes a rodo hormônio para turbinar os bichos e depois abatê-los, etc, etc, etc.

            Procurar uma fonte equilibrada no prato é se ver livre de problemas lá no futuro e numa idade prematura entre jovens conjuntamente com  uma movimentação saudável.

            O apelo do artifício entra "doce" pelos olhos e ouvidos e extremamente amargo na ruína que provoca no bom e velho corpo...